24 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Leilões da B3 viabilizaram R$ 38,4 bi em investimentos no setor elétrico em 2023

Ao todo, bolsa realizou 38 disputas relacionadas a diversos setores, somando mais de R$ 100 bilhões em investimentos

Autor: 12 de janeiro de 2024Setor Elétrico
3 minutos de leitura
Leilões da B3 viabilizaram R$ 38,4 bi em investimentos no setor elétrico em 2023

Imagem: Pixabay

A B3, bolsa de valores de São Paulo, realizou 38 leilões relacionados a diversos setores em 2023, onde foram movimentados mais de R$ 100 bilhões em investimentos. Considerando apenas os ativos ligados ao setor de energia, os montantes viabilizados somam R$ 38,4 bilhões. 

Segundo a B3, o grande destaque foi o 2º Leilão de Transmissão de Energia realizado em 15 de dezembro, promovido pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e pelo MME (Ministério de Minas e Energia). 

Na ocasião, foram leiloados três lotes com empreendimentos nos estados de Goiás, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo e Tocantins, com previsão de investimentos de R$ 21,7 bilhões. 

Leia mais: 2º leilão de transmissão de 2023 termina com deságio médio de 40,85%

Houve ainda outro leilão de transmissão em 30 de junho, cujo investimento somou R$ 15,7 bilhões. Os sete lotes foram arrematados, com empreendimentos nos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe.

Os dois processos licitatórios realizados em 2023 foram responsáveis pela concessão de 9 mil quilômetros de linhas de transmissão em todas as regiões do país. Como resultado, serão investidos R$ 37,4 bilhões e gerados cerca de 66 mil empregos diretos. O deságio médio para esses leilões foi de 43%.

Leia mais: Leilão de transmissão termina com deságio de 51%

Nove projetos de iluminação pública também foram licitados por diferentes prefeituras. Ao todo, calcula-se que mais de 3 milhões de habitantes nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste serão beneficiados, com investimentos nos parques de iluminação que alcançam R$ 1 bilhão. 

As disputas relacionadas à iluminação pública na B3 promoveram deságios médios de 51%, o que representa uma economia mensal para os municípios de mais de R$ 5 milhões. Este foi o ano com mais leilões de iluminação pública na bolsa de valores, superando 2020, que teve sete projetos.

Além dos leilões relacionados ao setor de energia, a B3 promoveu leilões cinco ligados a rodovias (R$ 28 bilhões de capex e R$ 11,7 bilhões em opex), portos (R$ 1,4 bilhão), aeroportos (2,3 bilhões) e quatro certames na área de saneamento básico (R$ 4 bilhões).

“É um grande orgulho para nós, da B3, oferecer um ambiente de negócios sólido e confiável, que há mais de 30 anos possibilita o encontro de bons projetos de infraestrutura com investidores interessados. Temos o compromisso de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país com qualidade técnica, isenção e transparência”, diz Guilherme Peixoto, Superintendente de Relacionamento e Governança em Licitações da B3.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Wagner Freire

Wagner Freire

Wagner Freire é jornalista graduado pela FMU. Atuou como repórter no Jornal da Energia, Canal Energia e Agência Estado. Cobre o setor elétrico desde 2011. Possui experiência na cobertura de eventos, como leilões de energia, convenções, palestras, feiras, congressos e seminários.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.