25 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,81GW

Metrô de SP quer custear gastos com energia por meio de fontes renováveis

O Metrô se SP vai considerar o melhor resultado econômico-financeiro e o impacto socioambiental

Autor: 10 de agosto de 2020julho 27th, 2021Brasil
Metrô de SP quer custear gastos com energia por meio de fontes renováveis

O Metrô de São Paulo autorizou 14 empresas e consórcios a elaborem estudos para a implantação de um sistema de geração de energia limpa e renovável para alimentação das linhas e estações da companhia.

Segundo a empresa, o objetivo é gerar novas receitas e reduzir os gastos com energia, que atualmente é o segundo maior gasto da companhia, por meio de fontes sustentáveis.

A companhia definiu que as empresas e consórcios desenvolvam um projeto que produza ao menos 120 MW por mês, dos quais 60 MW serão fornecidos para utilização na tração dos trens e alimentação elétrica das estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.

Já o excedente será vendido no mercado de energia, gerando novas receitas ao Metrô e ao parceiro comercial que será selecionado para a execução do projeto.

Fonte solar fotovoltaica é a favorita

A companhia também afirmou que poderá disponibilizar cerca de 200 mil m² de área das coberturas das estações e pátios de manutenção para a instalação de painéis solares para geração de energia fotovoltaica.

Ainda segundo a empresa, os estudos poderão propor outras áreas na cidade de São Paulo, de propriedade do Metrô, como terrenos remanescentes de obras de expansão da rede, para instalação de módulos fotovoltaicos, ou até mesmo a implantação de unidades geradoras em outras regiões do país.

As empresas têm 120 dias para concluir seus projetos que devem apresentar soluções para a geração e fornecimento desse tipo de energia, em acordo com as normas da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O melhor estudo poderá compor o futuro edital para a contratação do serviço. Para isso, o Metrô se SP vai considerar o melhor resultado econômico-financeiro e o impacto socioambiental, além das melhores técnicas de elaboração.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.