6 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

Minas Gerais lidera geração de energia solar no Brasil

Estado assumiu a liderança na energia fotovoltaica no ranking nacional

Autor: 1 de junho de 2022Notícias
Minas Gerais lidera geração de energia solar no Brasil

Estado possui diversos incentivos para expansão da fonte fotovoltaica

Com mais de 2,4 GW de potência instalada em energia solar, sendo 1,7 GW em GD (geração distribuída) e cerca de 730 MW em GC (geração centralizada), o estado de Minas Gerais lidera o ranking nacional. Os dados são da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Atualmente, o estado conta com incentivos para a expansão da fonte fotovoltaica no território mineiro. Um destes incentivos é o Projeto Sol de Minas, que tem o objetivo alavancar o protagonismo do estado no setor de energia solar.

Segundo o Governo de Minas Gerais, a iniciativa visa à diversificação da matriz energética a partir do aumento de projetos de geração de energia fotovoltaica e da atração de empresas fornecedoras de bens e serviços para o setor.

Ao aumentar a capacidade instalada de geração de energia elétrica e fortalecer a cadeia produtiva, o projeto já teve como resultado uma adesão de 852 dos 853 municípios mineiros à GD solar, o que representa mais de 99%. Já as gerações centralizadas estão mais concentradas em parques solares e usinas situadas, na maioria dos casos, em cidades do Norte de Minas.

De acordo com dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o estado de Minas Gerais já criou cerca de 60 mil empregos e recebeu investimentos de mais de R$ 9 bilhões. 

“Na prática, é possível verificar resultados com o projeto Sol de Minas, em que o setor fotovoltaico no estado já evita a emissão de 394 mil toneladas de gases de efeito estufa por ano. Além disso, o fato de o setor fotovoltaico possuir uma economia cíclica em relação à vida útil de funcionamento de seus painéis evita o desperdício e contribui para minimizar a emissão de CO2 na atmosfera. Neste contexto, a atual gestão já atraiu mais de R$ 43 bilhões em investimentos relacionados a energias renováveis. O valor se refere a 23 projetos localizados em 11 municípios, o que viabilizou a criação de mais de 5.300 empregos diretos e indiretos em Minas Gerais”, afirmou o governo em comunicado.

Race to Zero

No ano passado, o estado formalizou a adesão à campanha mundial Race to Zero, para zerar emissões de carbono, demonstrando comprometimento da gestão atual com a causa ambiental e foco no desenvolvimento sustentável. A iniciativa internacional projeta, a limitação do aumento da temperatura global a 1,5 grau. As ações do Governo de Minas, nesse sentido, também foram apresentadas durante a COP26, em Glasgow, na Escócia.

A adesão à ação global está em consonância com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ) definidos pela ONU, que preveem, entre outras medidas, a sustentabilidade ambiental, o investimento em fontes limpas de energia e as ações que evitam mudanças climáticas bruscas e seus impactos para a natureza.

Para a diretora de Energia da Sede-Minas, Mariana de Oliveira, o objetivo almejado pelo Governo de Minas será alcançado por meio da intensificação de ações de descarbonização e da atração de investimentos para negócios sustentáveis.

“A adoção desse plano de transição já começou a ser concretizado com o comprometimento de atualização do Plano de Energia e Mudanças Climáticas do estado de Minas Gerais, que deve ocorrer dentro de 12 meses. Nele, serão estabelecidas medidas para zerar as emissões até 2050. Além disso, até 2030, deverão ser atingidas metas intermediárias para a redução de emissões dos gases de efeito estufa. Dessa maneira, será possível viabilizar um cenário de desenvolvimento socioeconômico inclusivo e sustentável”, informou a diretora de Energia.

Stella Miranda

Stella Miranda

Possui experiência em produção de podcast, elaboração de matérias jornalísticas, entrevistas e produção para rádio. Graduanda em Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.