19 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,75GW

Ministro assina novas Portarias de outorgas do Leilão A-6

A estimativa é que conjunto de usinas empregue 90 mil trabalhadores

Autor: 27 de julho de 2020julho 27th, 2021Brasil
Ministro assina novas Portarias de outorgas do Leilão A-6

As novas Portarias de outorgas do Leilão A-6 de 2019 foram assinadas pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, na última quinta-feira (23). Ao todo, foram contratados 106 empreendimentos nos dois leilões de geração de energia elétrica (A-4 e A-6) realizados no ano passado, num total de 3.380 MW de potência com início de suprimento a partir de 2023 e 2025.

Das 106 usinas contratadas, 103 operam a partir de fontes renováveis, sendo que 17 são exclusivas de energia solar, somando 733,7 MW de potência.

Expansão da energia fotovoltaica

Segundo o PDE 2029 (Plano Decenal de Expansão de Energia 2029), a fonte solar deve passar dos 2% atuais para 8% em dez anos na matriz elétrica brasileira. Atualmente, existem 3.898 usinas fotovoltaicas em operação no país.

De acordo com o Ministério da Economia, a publicação das resoluções que zeram impostos de importação de alguns equipamentos de energia solar, publicada no DOU (Diário Oficial da União) na segunda-feira (20), podem contribuir para aumento do uso da fonte no Brasil e beneficiar empreendedores que contrataram usinas fotovoltaicas nos leilões A-4 e A-6 de 2019.

Geração de emprego e renda

Além disso, o Governo Federal afirma que a construção das novas plantas também deve movimentar a economia nacional com a geração de empregos e a aquisição de materiais para obras. A estimativa é que esse conjunto de usinas deve empregar 90 mil trabalhadores e demandar investimentos de mais de R$ 14 bilhões.

Portarias

PORTARIA Nº 290, DE 21 DE JULHO DE 2020

PORTARIA Nº 291, DE 21 DE JULHO DE 2020

PORTARIA Nº 292, DE 21 DE JULHO DE 2020

PORTARIA Nº 293, DE 21 DE JULHO DE 2020

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.
Comentários repetidos (spam), escritos em letras maiúsculas e/ou tiverem links serão automaticamente rejeitados.