26 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Níveis dos reservatórios devem fechar abril acima de 80%

Energia Armazenada em março foi a mais alta em 16 anos no Sudeste/Centro-Oeste, aponta ONS

Autor: 10 de abril de 2023Setor Elétrico
3 minutos de leitura
Níveis dos reservatórios devem fechar abril acima de 80%

Usina Luiz Carlos Barreto de Carvalho. Foto: AC Júnior

O boletim do PMO (Programa Mensal de Operação), referente à semana operativa entre os dias 8 e 14 de abril, apontou que as três regiões devem encerrar o mês com EAR (Energia Armazenada) em patamares superiores a 80%, um cenário de estabilidade ante à revisão anterior.

Segundo o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), a projeção para o Sudeste/Centro-Oeste é a mesma da semana retrasada: 85,7%.

Se o resultado para o Sudeste/Centro-Oeste se confirmar, será o maior volume para abril desde 2011 (87,8%). Para o Nordeste e o Norte, a expectativa é atingir EAR de 89,6% e 99,9%. O Sul deve registrar EAR de 78,1% em 30 de abril.

Em março, a Energia Armazenada atingiu os melhores patamares em mais de uma década. O Sudeste/Centro-Oeste encerrou o mês anterior com EAR de 83,1%, volume mais elevado nos últimos 16 anos.

Em março de 2007, a EAR da região foi de 87,3%. No Sul, o percentual foi de 82,9%, índice não registrado desde março desde 2016 (97,6%). Para o Norte e o Nordeste, os resultados foram de 97,7% e 91,2%, respectivamente.

Os cenários prospectivos de crescimento na carga no SIN (Sistema Interligado Nacional) e em dois subsistemas. No SIN, a aceleração é estimada em 2,7% (72.488 MWmed). As regiões que devem apresentar comportamento similar são o Norte, com 15% (6.754 MWmed), e o Sul, com 9,5% (12.661 MWmed).

Para o Sudeste/Centro-Oeste, a projeção é de estabilidade, com a demanda por 41.709 MWmed, sem expansão ou redução. O único submercado com perspectiva de retração é o Nordeste, com desaceleração de 1,1% (11.364 MWmed). As estimativas são para 30 de abril, comparadas ante o mesmo período do ano passado.

Para esta semana operativa, são esperadas, em todos os subsistemas, condições de estabilidade nas previsões meteorológicas ante às verificadas na semana anterior. As temperaturas deverão permanecer mais amenas.

CMO e MLT

Com relação ao CMO (Custo Marginal de Operação), o ONS apontou que o mesmo se mantém zerado em todos os subsistemas. O CMO tem valor zero desde o final de dezembro de 2022 e esta é a décima sexta semana consecutiva em que o padrão se repete.

As projeções de afluência indicam que os submercados Norte, com 110% da MLT (Média de Longo Termo), e o Sudeste/Centro-Oeste, com 90% da MLT, são as regiões com as perspectivas mais elevadas. Ambos apresentam estabilidade ante o divulgado na revisão passada.

Para o Sul, a expectativa é de 71% da MLT e o cenário estimado para o Nordeste é 35% da MLT. Os dados são referentes ao último dia de abril, mês que marca o encerramento do período tipicamente úmido.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.