Mai 26, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Image
Image

Setor de energia renovável registra baixo número de casos de Covid-19

De acordo com um estudo da AIE (Agência Internacional de Energia), as renováveis ​​serão a única fonte a crescer este ano, em contraste com todos os combustíveis fósseis e nuclear. Agora, outro fator também vem chamando a atenção e se destaca em meio à crise: a baixa incidência de casos de contaminação entre as pessoas que trabalham no mercado de energia renovável.

Associações que reúnem as principais empresas dos setores fotovoltaico e eólico atestam que poucos casos de coronavírus estão sendo reportados entre os trabalhadores. Na energia solar, entre centenas de empresas pesquisadas pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), poucos casos foram relatados. No segmento eólico, apesar de não haver uma contabilização oficial, não houve comunicação de casos até o momento, afirma a ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica).

“O setor de energia solar vende saúde. A gente percebeu nessa pandemia uma preocupação muito grande em toda a cadeia com a questão da sua imagem, então muita gente mesmo sem obrigação do isolamento acabou se isolando”, disse Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho da ABSOLAR. 

Segundo a ABSOLAR, os setores solar e eólico são beneficiados no controle do coronavírus, em parte, pela menor quantidade de pessoas nas operações, além da localização geográfica dos empreendimentos, geralmente no interior do país, o que torna os trabalhadores menos expostos. “A contaminação é praticamente zero”, conclui Koloszuk.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sexta, 22 Mai 2020 17:12
Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Image
© 2019-2020 Canal Solar | www.canalsolar.com.br