14 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,4GW

ONS: primeiro trimestre fecha com 90% de geração renovável

Fontes hidráulica, eólica e solar são cada vez mais relevantes na matriz brasileira

Autor: 31 de março de 2023Setor Elétrico
2 minutos de leitura
ONS: primeiro trimestre fecha com 90% de geração renovável

Hidrelétrica de Belo Monte (11.233 MW), no rio Xingu, no Pará. Foto: Divulgação/Norte Energia

O primeiro trimestre de 2023 encerra com dados favoráveis na geração de energia. Indicadores do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apontam que o Sistema Interligado Nacional (SIN) foi abastecido basicamente por fontes limpas, majoritariamente hidráulica, eólica e solar, sendo responsáveis por mais de 90% da eletricidade usada pela sociedade.

Em janeiro, as três fontes somadas chegaram a 91,2%. Nos meses seguintes, esse patamar se manteve elevado, com fevereiro registrando 92,6% e março, com base nos dados apurados até o dia 29 do mês, chegando a 92,4%.

Segundo o ONS, a participação de geração das fontes renováveis não superava 90% desde 2011, reflexo não só do bom aproveitamento de recursos, como também da ampliação do número de usinas.

“Os números confirmam que o Brasil tem uma capacidade diferenciada de geração de energia limpa, se comparado com outros países. O sistema elétrico brasileiro já é sustentado por fontes renováveis que também oferecem segurança energética, isto é, conseguem atender plenamente às demandas de carga e potência”, apontaram.

Os dados de Energia Armazenada (EAR), ou seja, a capacidade de gerar eletricidade pela força das águas, demonstram que em março de 2023, o Sudeste/Centro-Oeste registra 82,6%, o que configura o melhor março desde 2011 (82,9%). O avanço ante o mesmo mês de 2022 é de 19 p.p. (63,6%).

Os cenários prospectivos para os próximos meses são positivos. Os estudos do Operador também relataram que o subsistema Sudeste/Centro-Oeste (SE/CO), ao final de agosto, deve atingir EAR entre 76,2%, nas análises menos favoráveis, e 90%, na perspectiva mais elevada. O SE/CO é responsável por 70% da energia armazenada no país.

Para 31 de agosto, a EAR do SIN deve variar entre 77,6% e 89,3%. Os armazenamentos projetados pelo Operador indicam condições confortáveis para o atendimento ao SIN em 2023.

Wagner Freire

Wagner Freire

Wagner Freire é jornalista graduado pela FMU. Atuou como repórter no Jornal da Energia, Canal Energia e Agência Estado. Cobre o setor elétrico desde 2011. Possui experiência na cobertura de eventos, como leilões de energia, convenções, palestras, feiras, congressos e seminários.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.