27 de junho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.08GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,2W

ONS projeta queda da carga de energia em abril

De acordo com a ONS, a estimativa para o fechamento de abril é de queda em todo o país

Autor: 6 de abril de 2020outubro 3rd, 2020Brasil
ONS projeta queda da carga de energia em abril

A ONS (Operador Nacional do Setor Elétrico) projetou uma queda mais acentuada da carga de energia em abril, passando de 8,1% para 8,8% em comparação com o mesmo mês de 2019. A retração ocorreu devido à desaceleração da economia em função do surto de coronavírus no Brasil, que levou o fechamento de parte do comércio para restringir o fluxo de pessoas.

De acordo com a ONS, a estimativa para o fechamento de abril é de queda em todo o país. De 9,9% no Sudeste/Centro-Oeste, seguido de 9,6% no Nordeste, 6,7% no Sul e 4% no Norte. Com isso, a carga estimada é de 62.641 MW médios.

Já com relação ao PLD (Preço de Liquidação das Diferenças), a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) informou que o preço, para o período de 4 a 10 de abril, manteve-se no piso de R$ 39,68/MWh em todos os submercados.

Segundo a CCEE, o principal fator responsável por manter o PLD no mínimo regulatório foi a manutenção das expectativas de afluências para o SIN (Sistema Interligado Nacional), aliada à uma nova redução de carga nos subsistemas Norte e Nordeste.

Espera-se que as afluências de abril de 2020 fechem em torno de 91% da média de longo termo para o sistema, sendo aproximadamente 87% na região Sudeste, 107% no Nordeste, 110% no Norte e 19% na região Sul.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.