9 de março de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,28 GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 4,97 GW

Preço do kit fotovoltaico aumentou 20% em 2020

Segundo a Greener, a alta é reflexo da forte desvalorização do Real e altos custos logísticos

Autor: 18 de fevereiro de 2021Brasil
Preço do kit fotovoltaico aumentou 20% em 2020

Em 2020, o preço dos kits fotovoltaicos no Brasil subiu 20% ao longo do ano. É o que apontou o último Estudo Estratégico Geração Distribuída realizado pela Greener, empresa de consultoria e pesquisa. 

Entre os motivos que desencadearam estes aumentos estão os reflexos da forte desvalorização do Real e os altos custos logísticos.

“Tal elevação dos módulos ou inversores ocorreu pela desvalorização cambial ao longo do ano passado. Este fator impactou diretamente os preços oferecidos pelas distribuidoras. Vimos uma alta superior a 10%, em algumas categorias, e em outras superior a 20%”, disse Márcio Takata, diretor da Greener.

Segue, abaixo, a tabela feita pela Greener com os preços dos kits fotovoltaicos:

No entanto, a consultoria destacou que a cadeia de integração absorveu parte relevante deste aumento, reduzindo a alta de preços ao cliente final. “É importante notar que em outras categorias, sobretudo a residencial, tivemos uma elevação marginal dos custos ao cliente final”, explicou o especialista.

“A cadeia de serviços foi um fator importante para amortecer essa elevação. Portanto, é um ponto essencial, ainda mais para o integrador que atua no segmento residencial, trabalhar de forma para que venda valor e não preços baixos”, ressaltou.

Ainda de acordo com o diretor da Greener, apesar do significativo aumento nos custos dos equipamentos, o fato dos preços ao cliente final não terem sofrido elevação na mesma proporção indica a redução da “parcela serviços”.

Segundo o levantamento, a diferença de preço entre um kit no solo e um em telhado foi de 7%, em média. No meio do ano, em julho, quando essa diferença foi medida pela última vez, estava em torno de 9%.

Segue, abaixo, a tabela feita pela Greener com os preços dos kits fotovoltaicos em telhado e solo:

Preços de sistemas fotovoltaicos residenciais  (4 kWp)

O aumento do preço de sistemas na faixa de 4 kWp foi devido quase exclusivamente ao incremento no valor dos kits, enquanto a parcela do integrador apresentou uma leve alteração. Ao longo do ano o preço total subiu 2,5%.

Preços de sistemas fotovoltaicos comerciais (50 kWp)

Na faixa de 50 kWp, os custos de integração mantiveram a tendência de queda. Apesar disso, o aumento dos custos do kit foi suficiente para gerar uma tendência de aumento no preço final da integração. Ao longo do ano a variação foi de 7,2%.

Preços de sistemas fotovoltaicos industriais (1 MWp)

A parcela de integração apresentou forte queda, mas não o suficiente para reverter o aumento dos preços finais. Nessa categoria o aumento anual do preço final foi de 8,5%.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Comentar