4 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Projeto de lei propõe energia solar em unidades da Apae no Paraná

Proposta também contempla as associações de proteção à maternidade e à infância do Estado

Autor: 10 de maio de 2023Política
2 minutos de leitura
Projeto de lei propõe energia solar em unidades da Apae no Paraná

Unidade da APAE no estado do Paraná. Foto: Seduc-PR

Um projeto de lei que propõe o fornecimento de sistemas de energia solar para as unidades da APAEs (Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais) e da APMIs (Associações de Proteção à Maternidade e a Infância) foi protocolado na Assembleia Legislativa do Paraná na quarta-feira da semana passada (05).

De autoria do deputado Anibelli Neto (MDB), o projeto prevê que as companhias paranaenses de energia (Copel), de gás (Compagas) e de saneamento de água (Sanepar) destinem recursos para ações de sustentabilidade visando a aquisição de kit fotovoltaicos para às associações.

“Entendo que esse projeto é extremamente importante e peço aos demais parlamentares que se juntem nesta causa para que produzir energia limpa através de painéis solares, zerando as despesas com energia elétrica para que as APAEs e APMIs do estado possam investir recursos com outras prioridades”, disse o deputado.

Minas Gerais

Essa não é a primeira iniciativa que visa reduzir o valor da conta de luz para associações que realizam trabalhos sociais junto a pessoas excepcionais ou em condições de vulnerabilidade no Brasil.

No ano passado, a Cemig SIM – subsidiária integral da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) passou a atender as unidades mineiras da APAE.

Atualmente, cada um dos espaços está tendo uma economia de R$ 80 mil por ano. As unidades atendidas estão situadas em diversas cidades do estado, como Divinópolis, Janaúba, Juiz de Fora, Ouro Preto e Viçosa.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.