29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Quem tem garantia precisa de seguro solar?

Entenda por que somente a garantia não é suficiente para proteger o kit gerador fotovoltaico

Autor: 24 de novembro de 2023dezembro 13th, 2023Opinião
4 minutos de leitura
Quem tem garantia precisa de seguro solar?

Imagem: Joanne Lazaro Facundes/Divulgação

O crescimento expressivo da energia solar no Brasil tem impulsionado também a busca pelo seguro solar. Mas por ser um mercado relativamente novo e ainda pouco explorado, o assunto gera dúvidas tanto entre os profissionais da área quanto entre os consumidores.

Uma prova disso é que na Elétron, a primeira corretora do país especializada no mercado fotovoltaico, um dos questionamentos mais frequentes entre os integradores de energia solar é justamente este: “se já ofereço garantia para meu cliente, por que ele ainda precisa do seguro?

Então, para saber por que quem tem garantia precisa de seguro solar, continue lendo este artigo.

Diferença entre garantia e seguro solar

Antes de tudo, é importante saber que a garantia e o seguro são complementares; um não exclui a necessidade do outro.

De forma simplificada, a garantia cobre defeitos de fabricação, enquanto o seguro cobre danos de causa externa, como vendaval, granizo, incêndio, roubo, entre outros riscos.

Confira a tabela abaixo, que mostra a comparação dos itens cobertos pela garantia e pelo seguro, com base no Seguro de Riscos Diversos Equipamentos da Elétron – válido após a instalação.

tabela-de-coberturas-seguro-garantia

Itens cobertos pela garantia x seguro solar. Imagem: Elétron

Para ficar ainda mais fácil de entender, pense em um carro. Ao comprar um veículo novo, mesmo que a concessionária ofereça garantia de fábrica, é necessário contratar um seguro para se proteger contra possíveis acidentes, certo? Com o gerador fotovoltaico a lógica é a mesma.

A garantia do inversor é ideal para cobrir defeitos de fabricação, durabilidade e desempenho dos componentes eletrônicos ao longo de um período preestabelecido. Se um componente falhar dentro desse prazo devido a algum defeito, o fabricante pode reparar ou substituir sem custo adicional para o proprietário.

No entanto, mesmo que o cliente tenha cinco, dez anos de garantia estendida, continuará desprotegido contra sinistros se não tiver o seguro. Ou seja, se o sistema fotovoltaico sofrer qualquer um dos sinistros citados na tabela de coberturas acima, não será indenizado pela garantia.

Benefícios do seguro solar

Por outro lado, se o cliente estiver assegurado em caso de sinistro, terá os prejuízos restituídos. O valor de contratação do seguro solar é praticamente irrisório e, via de regra, bem mais econômico do que o seguro automotivo.

Por exemplo, um ano de seguro para um sistema fotovoltaico de R$ 100 mil custaria em média apenas R$ 629,98 para os integradores via Plataforma Elétron. Isso equivale, em um ano, a R$ 1,72 por dia.

Agora, imagine o cliente tendo um prejuízo de milhares de reais, ou até mesmo uma perda total, por não ter contratado o seguro solar por menos de dois reais por dia?

Na maioria dos casos em que não há contratação do seguro, é por falta de conhecimento de que existe um seguro especializado em energia solar. Por isso, o papel do integrador é tão importante. É compromisso dele, como profissional, alertar os consumidores sobre os riscos a que estão sujeitos sem o seguro solar.

Além de proteger o investimento do cliente, o seguro pode ser usado como um diferencial competitivo pelos integradores, trocando o desconto pelo benefício do seguro, que sai muito mais barato.

Outra vantagem para os integradores é a possibilidade de incluir o seguro como um produto adicional no plano de pós-venda, para gerar receita extra com a sua renovação após o vencimento da apólice.

Conclusão

Portanto, quando ouvir um cliente, ou até mesmo outro integrador, dizendo que já oferece garantia e não precisa de seguro, lembre-se de que eles são complementares. A garantia oferece suporte em caso de defeitos de fabricação, enquanto o seguro é a salvaguarda contra eventos externos, como vendaval, ciclone, granizo, incêndios, roubo e outros imprevistos.

Dadas as inúmeras vantagens, a contratação desse serviço se torna não apenas uma opção sensata, mas também uma estratégia para os integradores agregarem mais valor às suas propostas, enquanto garantem a tranquilidade e a segurança dos consumidores.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Mauro Filho

Mauro Filho

Fundador e CEO da Elétron Seguro Solar, a primeira insurtech do Brasil especializada em energia solar. Professor na Escola de Negócios e Seguros. Acumula mais de 500 milhões de reais em equipamentos protegidos por mês e indenizações que ultrapassam a marca de 12.786.664,70 milhões.

4 comentários

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.