24 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.98GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Rio de Janeiro lança plano climático com metas para as próximas décadas 

Pacote de medidas estabelece metas para a cidade a médio e a longo prazo, com investimentos de R$ 350 milhões ao ano

Autor: 14 de junho de 2021Notícias
Rio de Janeiro lança plano climático com metas para as próximas décadas 

A Prefeitura do Rio de Janeiro (RJ) criou um pacote climático neste mês para desenvolver ações ambientais na cidade. 

Denominado de PDS (Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática), a iniciativa busca nortear as metas ambientais da administração municipal pelas próximas décadas em setores estratégicos, como energia, transportes e resíduos sólidos.

Entre as metas principais estão a redução de 20% da emissão de gases tóxicos na atmosfera até 2030 e a neutralização destas emissões até 2050, por meio do investimento em energias limpas, como a solar.

O plano também inclui ações para redução da população em áreas de risco climático, especialmente inundação e deslizamento, e para proteção de reservas naturais que ofertem serviços ecossistêmicos.

A meta é reflorestar mais de 3,4 mil hectares até 2030, sobretudo em áreas de grande pressão imobiliária, e consolidar mais 1,2 mil hectares de Mata Atlântica em trechos de áreas verdes na Zona Oeste da cidade.

O município ainda estipulou o compromisso de fazer com que 40% dos empregos sejam verdes até o final da década e prometeu implantar três fazendas solares de minigeração distribuída, com capacidade de 5 MWp, visando a geração renovável em larga escala.

A primeira delas – a Fazenda Solar de Santa Cruz – já está em desenvolvimento. As outras duas usinas não tiveram seus nomes mencionados no documento da Prefeitura. 

Até 2030, o Rio de Janeiro ainda pretende construir soluções baseadas na natureza para enfrentar os desafios do crescimento acelerado do espaço urbano. A meta é revitalizar mais de 300 km de vias e espaços públicos, com a aplicação de drenagem urbana sustentável e investimentos em arborização.

Ao todo, estão previstos investimentos mínimos de R$ 350 milhões ao ano para o desenvolvimento sustentável da cidade e a implantação de mais de 130 projetos até 2030.

Confira as metas estipuladas até 2030

Confira metas estipuladas até 2050

Henrique Hein

Henrique Hein

Atuou como repórter no jornal Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o setor de energia solar fotovoltaica, cobrindo as editorias de Mercado e Tendências; Negócios e Empresas; Cases e Bastidores da Política.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.