2 de agosto de 2021

Carrinho

Risen lança painéis solares com 600 W de potência

Segundo o fabricante, esta série de componentes possui ainda tecnologia de corte não destrutivo

Autor: 28 de julho de 2020outubro 3rd, 2020Mundo
Risen lança painéis solares com 600 W de potência

A corrida em busca da eficiência energética no mercado solar continua a todo vapor. Isso porque o fabricante Risen, dando continuidade a nova linha de módulos Titan de 500 W, lançados em dezembro de 2019, anunciou, em fórum realizado na China, que desenvolveu módulos de 600 W.

Com previsão de entrega no território chinês a partir de junho de 2021, o painel fotovoltaico conta com uma eficiência de 21,2% e possui um baixo Voc (Tensão de Circuito Aberto) de 41,4 V. Além disso, a empresa destaca o elevado Isc (Corrente de Curto-Circuito) de 18,5 A.

“Quanto menor a tensão do circuito aberto, menor o custo do BOS (Balance of System – Balanço do Sistema). Com a mesma eficiência do módulo, cada redução de 2 V na tensão aberta reduzirá o custo do BOS correspondente em cerca de 0,5 centavos”, disse Huang Qiang, vice-presidente da Risen.

Além do diferencial da potência elevada – que diminui o LCOE (Levelized Cost of Energy – Custo Nivelado de Energia) com a redução de estruturas trackers, cabos e espaço físico do terreno – o módulo possui comprimento reduzido e menor que 2,2 metros. Com isso, não é preciso realizar grandes alterações nos trackers existentes no mercado.

Segundo o fabricante, esta série de componentes possui ainda tecnologia de corte não destrutivo, embalagem de alta densidade e grade de barramento múltiplo (multi busbar). “Os módulos de alta potência significam um custo mais baixo por kWh. O pacote de 210 em ângulo reto evita a perda de embalagem, considerando as vantagens da grande área. À medida que a área da bateria aumenta, seu desempenho em flexão está melhorando. Em termos de eficiência e confiabilidade, haverá mais espaço para melhorias em tamanhos grandes no futuro do que os produtos convencionais”, ressaltou Dind Ning, da Aixu Technology.

O tamanho do módulo de 600 W é de 2172 x 1303 x 35 mm e o peso é de 31,5 kg. Ainda não há previsão de entregas no Brasil.

28-07-20-fórum-china-Risen.jpgMódulos de 600 W foram anunciados pelo fabricante Risen durante fórum realizado na China

Módulo reduz risco de pontos quentes

De acordo com a Risen, algumas pessoas na indústria declararam anteriormente que o aumento da corrente de curto-circuito causado pela diminuição da tensão em circuito aberto trará um risco maior de pontos quentes. Em resposta a esse problema, Liu Yafeng, diretor sênior de P&D da Risen, explicou que é necessário entender que os mesmos são causados ​​por defeitos ou baterias na corda.

“Os pontos quentes são formados pelo obscurecimento, que está principalmente relacionado à corrente na cadeia e à bateria defeituosa. O controle da qualidade das células e o controle da corrente na cadeia são os principais meios para reduzi-los. No caso dos módulos de 600 W, eles podem reduzir o risco de pontos quentes em 17,7%”, concluiu Yafeng.

Mateus Badra

Mateus Badra

Trabalhou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar