27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Seguros permitem que novos investimentos sejam realizados no setor

Contratação do serviço é essencial para evitar perdas financeiras com sistemas fotovoltaicos

Autor: 16 de dezembro de 2020julho 27th, 2021Brasil
Seguros permitem que novos investimentos sejam realizados no setor

Diversos imprevistos podem ocorrer no dia-a-dia de uma empresa que atua no mercado fotovoltaico brasileiro, seja ela fabricante, distribuidora ou integradora.

Segundo Adelairton Eloi, diretor do Sincor (Sindicato dos Corretores de Seguros) Campinas, o setor solar vem crescendo e está em alta porque os consumidores entendem que o investimento tem retorno a curto e médio prazos.

“A tendência é que o seguro para sistemas fotovoltaicos fique mais barato com o tempo, com a adesão de mais pessoas, o que deve tornar o produto mais fácil”, explicou Eloi.

Ainda de acordo com o executivo, fazer um seguro para sistemas fotovoltaicos, se aplica da mesma forma que um seguro de automóveis.

“Com um carro, se você não faz o seguro e roubam, você perde seu dinheiro. No caso das placas, se houver uma chuva de granizo, vendaval, danos elétricos, ou qualquer coisa que venha a prejudicar as instalações, o seguro irá cobrir, desde que esteja efetuado de forma correta,” destacou Eloi.

Além de danos materiais, entre compra e operação, são inúmeras as situações que podem gerar prejuízos, como atraso na entrega dos itens, roubo da carga e acidentes originados por erros de execução profissional.

Por este motivo, a contratação de seguros específicos para cada tipo de necessidade é essencial para evitar perdas financeiras, além de poder oferecer benefícios aos colaboradores, como uma assistência à família, em caso de acidentes.

Confira a seguir quais produtos estão disponíveis para o segmento e entenda qual é o indicado para cada situação.

Seguro garantia

Ao contratar o seguro garantia, a empresa contratante tem a certeza do fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo fornecedor no contrato principal, de acordo com os termos da apólice. Seja pela execução do objeto ou pelo ressarcimento dos prejuízos apurados.

Este seguro proporciona segurança na contratação de fornecedores, prestadores de serviços, empreiteiro de obras. É muito utilizado na construção de usinas solares, que envolvem altos valores, pois assegura a entrega do objeto contratado no prazo combinado.

Há casos em que a própria seguradora atua no gerenciamento de riscos, feita por uma equipe especializada que, no exemplo citado, acompanha se há algum desvio no cronograma da obra que acarretará o atraso, as medidas e o esforço para a melhor execução para garantir conclusão do projeto.

O seguro garantia tem mais de 15 modalidades para atender sob medida as empresas em seus ramos de atuação. Entre as soluções também se encontram as para processos trabalhistas.

Seguro de transportes

O Brasil registra, em média, 55 roubos a cargas todos os dias no país, segundo levantamento da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Para garantir a tranquilidade no deslocamento dos equipamentos adquiridos, tanto o transportador quanto o dono dos bens podem contratar um seguro de transportes. 

As coberturas são adequadas às mais diversas operações logísticas e atendem a todos os modais. Além de roubos, o seguro cobre também acidentes, danos e extravios, proporcionando tranquilidade para quem adquiriu os equipamentos, muitas vezes de altos valores.

E ainda oferece serviço de gerenciamento de riscos para mitigar perdas como quebras de placas devido a movimentações no trajeto, por exemplo. Tudo de acordo com a necessidade das empresas do segmento solar.

Responsabilidade civil profissional

Os profissionais de engenharia que atuam no segmento de energia solar, além de responsáveis pela instalação das placas e equipamentos, devem estar cientes que têm o dever de informar seus clientes sobre a utilização correta do sistema fotovoltaico e alertar sobre eventuais riscos.

Entretanto, ainda assim, erros podem ocorrer. Neste caso, a pessoa, física ou jurídica, que tiver o prejuízo, pode entrar na justiça solicitando a reparação do dano.

O seguro de responsabilidade civil profissional, também conhecido como E&O (Erros & Omissões), atua nos casos em que a prestação de serviço gera danos a terceiros em decorrência de reclamações associadas a falhas nos serviços prestados.

O seguro serve como uma proteção a empresa e ao profissional liberal no exercício de sua profissão para o caso de eventuais erros que resultem em prejuízo para seus clientes.

Entre as coberturas ofertadas por este tipo de seguro estão danos materiais, corporais e morais, lucros cessantes e prejuízos financeiros, extravio, perda ou roubo de documentos e custos de defesa e honorários advocatícios. A modalidade pode ser contatada por evento, ou seja, para um único projeto, ou por um ano.

“Recomendo que as empresas contratem o seguro na modalidade anual, que além de facilitar o controle, fiquem sempre amparadas em um eventual sinistro”, aconselha Vanda Somera, diretora da Visioni Corretora de Seguros.

Como é feita a contratação de um seguro?

A contratação, seja qual for o produto, deve sempre ser feita por meio do corretor de seguros. Esta intermediação do especialista é essencial porque ele vai indicar o que é indicado para cada atividade da empresa e também contribuir com o desenho das apólices na definição das coberturas e limites.

“Todos os seguros citados são destinados às empresas, privada ou pública e de qualquer porte. O produto de responsabilidade civil profissional pode ser contratado por pessoas físicas também”, acrescenta Felipe Smith, diretor-executivo de Produtos Pessoa Jurídica da Tokio Marine.

O executivo ainda esclarece os fatores considerados na hora da precificação. “As apólices nestes casos são sob medida, depende dos valores a serem segurados, dos prazos, se vai ter a contratação de coberturas adicionais. O que posso afirmar é que o investimento no seguro é infinitamente menor do que o prejuízo no caso de um sinistro”, conclui.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.