Seletividade: definição das faixas de tolerâncias e ajustes

A atividade de realizar a verificação de seletividade no Ampère Profissional tornou a tarefa do projetista mais eficaz
Canal Solar Seletividade definição das faixas de tolerâncias e ajustes
Obter os valores reais da calibração previsto na proteção dentro dos intervalos de ajuste é uma das funções gerenciadas pelo software

O gerenciamento dos ajustes dos dispositivos de proteção é uma das principais funcionalidades gerenciadas pelo software Ampère Profissional.

Obter os valores reais da calibração previsto na proteção dentro dos intervalos de ajuste é uma das funções gerenciadas pelo software, que fornece valores específicos dos limites mínimos e máximo de ajustes das proteções de acordo com os catálogos dos fabricantes.

Essa informação auxilia o projetista na consulta dos dados e consequentemente fornece ao instalador o valor correto a ser definido nas proteções evitando erros de interpretação.

Também é possível aplicar as tolerâncias nos ajustes das proteções com o software. Os fabricantes normalmente fornecem, em percentual, a tolerância associada à intervenção da proteção, ou seja, o seu grau de precisão da intervenção sobre a corrente que passa pela proteção.

Cada função de disparo (longo atraso, instantânea, etc.) pode ter sua própria tolerância, diferenciada das demais funções.

Assim, a atividade de realizar a verificação de seletividade é mais simples e tornou a tarefa do projetista muito mais eficaz, liberando-o do contato direto com o fabricante e, em alguns casos, evitando delegar a ele o ajuste correto da proteção.

Calibração e ajuste das proteções

Painel Curvas

O software Ampère possui duas janelas para representar as curvas de intervenção das proteções: a janela de Curvas de intervenção tempo-corrente e o painel de funções avançadas de Curvas.

Especificamente para a atividade de ajustes das proteções para fins de seletividade, recomenda-se a utilização do painel Curvas, que permite escolher rapidamente os usuários/proteções a serem controlados atuando diretamente na Malha.

O painel apresenta uma barra de comandos para escolher um modo de exibição das curvas associadas aos usuários selecionados.

  • Seletividade com usuários selecionados: até 8 usuários selecionados na Malha são representados no painel;
  • Seletividade com usuários favoritos e selecionados: o conjunto de usuários é criado a partir dos usuários marcados como “Favoritos” seguidos pelos usuários adicionais selecionados, até um máximo de 8 usuários;
  • 1, 2, 3 níveis de seletividade: os três comandos adicionam de 1 a 3 níveis de usuários “úteis” a montante do selecionado;
  • Evidência usuário na seletividade: na extremidade direita da barra de comandos, há o comando com o qual os usuários vão ser contornados com a cor igual ao nível de seletividade, especialmente conveniente para sistemas com muitos usuários e diferentes “níveis” de quadro. É aconselhável ativar esta última opção para facilitar a leitura da situação e o trabalho de ajuste.

Calibrações

Para acessar a janela Calibrações, basta selecionar o comando numerado relativo ao usuário selecionado. Os números dos botões, também coloridos, indicam o nível da malha de cada usuário em relação ao conjunto selecionado.

Além disso, clicando com o mouse em uma curva, com o cursor em forma de cruz, o software abre a janela de Calibrações. Ao editar os ajustes, o Ampère atualiza as curvas automaticamente, permitindo um ajuste rápido e fácil.

A edição dos ajustes segue as regras definidas na aba Ajustes da proteção, e a janela ajusta e corrige valores que fogem do esperado. É aqui que entra em ação a primeira das novidades descritas na introdução: passando o cursor sobre os campos das faixas de ajuste, o software propõe o Passo ou Passos da proteção.

Tipo de calibrações: livre, discreto e passos

As opções livre, discreto e passos são os três tipos de calibração gerenciados pelo software para proteções que possuem faixas de ajuste ​​e, portanto, com os valores aceitos entre o Mínimo e o Máximo.

  • Livre: são permitidos valores de ajustes sem restrições. O software não exibe comentários na janela de Calibração acima das faixas de ajuste, mas é aceita uma precisão de até 0,0001 Amperes ou segundos.
  • Discreto: o ajuste possui um Passo, que é um valor incremental entre um ajuste e o seguinte.
  • Passos: o ajuste deve ser escolhido dentro de um conjunto finito de valores da faixa de ajuste.

Utilizando os comandos da seta “aumentar/diminuir” ao lado das caixas de edição, o software fornece os valores corretos respeitando os valores no arquivo e as regras do fabricante. Quaisquer valores inseridos diretamente na caixa de edição serão verificados na saída da janela para serem consistentes com a regra de proteção.

Tolerância do ajuste

As proteções utilizadas no projeto podem ter valores percentuais de erro relativos à corrente, tempo ou ambos, dentro dos quais a unidade de disparo é garantida. O software representa a intervenção tempo/corrente dos relés através de duas curvas, inferior e superior, separadas pelo dobro da tolerância, multiplicada pela corrente e pelo tempo médio.

As duas curvas representam os limites máximo e mínimo; a área no seu interior representa o possível campo de intervenção da proteção. Esta área pode ser hachurada aumentando a legibilidade do gráfico e facilitando as operações da calibração para obter uma seletividade ideal para a rede elétrica em análise.

Para visualizar o efeito das tolerâncias e a hachura das áreas nos gráficos, deve ser ativado as opções Considerar tolerâncias de proteção, Descreve a área entre as curvas na guia Opções da janela Curvas de intervenção tempo/corrente. Em conclusão, é apropriado uma precisão sobre as proteções com Longo atraso e a faixa de operação representada nas curvas de disparo.

Para estas proteções sempre esteve disponível a variável Relação de corrente de intervenção sobre o limiar dIr (para Verificação de Seletividade), com o qual os fabricantes definem o valor máximo de intervenção seguro do disparo de Longo atraso.

O software representa o Longo atraso com duas curvas: uma curva no valor de calibração e outra no valor de calibração multiplicado pela Razão dIr. Se estiver também associada uma tolerância do disparo de longo atraso, esses valores serão expandidos ainda mais pela tolerância.

 


As opiniões e informações expressas são de exclusiva responsabilidade do autor e não obrigatoriamente representam a posição oficial do Canal Solar.

Imagem de Electro Graphics
Electro Graphics
Fundada em 1990, Electro Graphics desenvolve softwares para projetos de engenharia elétrica, fotovoltaica e automação industrial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal