23 de setembro de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,83GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 6,90GW

Carrinho

Setor de energia solar cresce 25% no terceiro trimestre de 2020

Embora a crise tenha prejudicado o setor fotovoltaico, ele se mostrou mais resiliente frente aos outros segmentos

Autor: 9 de novembro de 2020agosto 4th, 2021Brasil
Setor de energia solar cresce 25% no terceiro trimestre de 2020

A alta do dólar, a quebra no ritmo de fabricação por conta do coronavírus e a baixa disponibilidade de transporte marítimo foram alguns do fatores que impactaram o mercado de energia solar.

Porém, embora a crise tenha prejudicado o setor fotovoltaico, ele se mostrou mais resiliente frente aos outros segmentos e vem demonstrando uma rápida recuperação econômica.

Segundo levantamento realizado com base em dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), a fonte solar atingiu cerca de 520 MW de potência no terceiro trimestre deste ano, uma alta de 25% com relação aos 415 MW registrados no mesmo período de 2019.

Para Guilherme Susteras, coordenador do grupo de trabalho de geração distribuída da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), esse crescimento observado mostra a robustez que o setor possui.

“Apesar da pandemia, a economia conseguiu continuar girando. E essa robustez é que vai permitir que o segmento contribua com a geração de emprego e renda que o Brasil tanto precisa para voltar a crescer, passado o pico da quarentena”, destacou Susteras.

“Inclusive, por conta do isolamento social, algumas pessoas passaram mais tempo em casa e, por isso, com o intuito de valorizar mais suas residências, escolheram fazer o investimento em energia solar”, acrescentou o especialista.

MG lidera expansão solar

Os dados da ANEEL apontaram ainda que Minas Gerais liderou a capacidade de potência instalada entre julho e setembro de 2020 no país. Ao total, foram contabilizados 105 MW, uma crescimento de 30% frente aos 80 MW no período homólogo.

Em seguida, aparece o estado de São Paulo com 70 MW de potência e o Rio Grande do Sul com 60 MW.

Empresas destacam retomada do setor solar

Para Camila Nascimento, diretora comercial da Win Energias Renováveis, finalizar o terceiro semestre deste ano e compará-lo com o mesmo período do ano passado é visualizar o crescimento exponencial da empresa. “Mesmo em função da pandemia, não paramos de expandir. A Win cresceu milhões de vezes de um ano para cá”.

“O mercado também está amadurecendo, os integradores se especializando cada vez mais e as tecnologias se aprimorando. Vemos hoje geradores contendo módulos com potências cada vez mais altas”, comentou Camila.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar