25 de fevereiro de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,28GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 4,86 GW

Siemens anuncia acordo para produção de hidrogênio verde

Duas divisões da empresa fecham parceria com objetivo de descarbonizar a economia

Autor: 22 de janeiro de 2021Mundo
Siemens anuncia acordo para produção de hidrogênio verde

Com o objetivo de descarbonizar a economia para resolver a crise climática, a Siemens Gamesa e a Siemens Energy anunciaram um acordo como foco no desenvolvimento sustentável.

O intuito é criar um projeto que integra totalmente um eletrolisador em uma turbina eólica offshore como um único sistema sincronizado, produzindo assim hidrogênio verde diretamente. 

De acordo com as empresas, a expectativa é que esta tecnologia reduza o custo do hidrogênio, pois é capaz de funcionar fora da rede. 

Em um comunicado, as companhias afirmaram que pretendem fornecer uma demonstração em grande escala da solução até 2026. Ao total, ambas investirão cerca de € 120 milhões (aproximadamente R$ 797 milhões). 

“Nossos mais de 30 anos de experiência e liderança na indústria eólica offshore, com a experiência da Siemens Energy em eletrolisadores, reúnem mentes brilhantes e tecnologias de ponta para enfrentar a crise climática”, destacou Andreas Nauen, CEO da Siemens Gamesa.   

“As turbinas eólicas desempenham um papel enorme na descarbonização do sistema de energia global, e o potencial do vento em hidrogênio significa que podemos fazer isso também para indústrias difíceis de abater. Tenho muito orgulho de fazer parte da construção de um futuro mais verde”, completou.   

Christian Bruch, CEO da Siemens Energy, também comentou sobre essa parceria e disse que estão em uma posição única para desenvolver esta solução. “Somos a empresa que pode alavancar a tecnologia de eletrolisador altamente flexível e criar e redefinir o futuro da produção sustentável de energia offshore”.

“Com esses desenvolvimentos, o potencial das regiões com abundante energia eólica se tornará acessível para a economia do hidrogênio. É um excelente exemplo de como nos permite armazenar e transportar a eólica, reduzindo assim a pegada de carbono da economia”, ressaltou.   

Sobre o hidrogênio 

Atualmente, 80 milhões de toneladas de hidrogênio são produzidas a cada ano e a produção deve aumentar em cerca de 20 milhões de toneladas até 2030. 

Apenas 1% é gerado atualmente a partir de fontes de energia verde. A maior parte é obtida do gás natural e do carvão, emitindo 830 milhões de toneladas de CO₂ por ano, mais do que toda a Alemanha ou a indústria naval global. 

Segundo estudos, a substituição desse consumo poluente exigiria 820 GW de capacidade de geração eólica, 26% a mais do que a capacidade atual instalada. 

Hidrogênio verde

O hidrogênio produzido com eletricidade renovável pode competir em custos com os combustíveis fósseis até 2030. É o que apontou o novo relatório divulgado pela IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável).

Segundo a agência, a combinação de preços decrescentes para energia solar e eólica, melhor desempenho, bem como economias de escala para eletrolisadores podem tornar isso possível.

A pesquisa analisa os motores da inovação e apresenta estratégias que os governos podem examinar para reduzir o custo dos eletrolisadores em 40% no curto prazo e em até 80% no longo prazo.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Comentar