Solar será nova “rainha da eletricidade” entre as renováveis, aponta IEA

O estudo apontou ainda que o uso global de carvão nunca voltará aos níveis anteriores
Solar será nova "rainha da eletricidade" entre as renováveis, aponta IEA

A energia solar, impulsionada por contínuas reduções de custos, se tornará a principal impulsionadora do crescimento das renováveis, estabelecendo novos recordes para implantação em cada ano, de 2022 a 2040. É o que apontou o relatório da IEA (Agência Internacional de Energia).

“Vejo a energia solar se tornando o novo rei dos mercados mundiais de eletricidade”, disse Fatih Birol, diretor-executivo da IEA.

“Se governos e investidores intensificarem seus esforços de energia limpa em linha com nosso cenário de desenvolvimento sustentável, o crescimento da energia solar e eólica seria ainda mais espetacular e extremamente encorajador para superar o desafio climático mundial”, acrescentou Birol.

De acordo com o relatório anual World Energy Outlook, as renováveis serão responsáveis por 80% do crescimento na produção global de energia elétrica na próxima década.

O estudo apontou ainda que o uso global de carvão nunca voltará aos níveis anteriores. Em 2040, a participação do carvão na demanda global de energia deve cair para menos de 20% pela primeira vez na história da energia.

“Somente mudanças estruturais mais rápidas na maneira como produzimos e consumimos energia podem quebrar a tendência de emissões para sempre. Os governos têm a capacidade e a responsabilidade de tomar ações decisivas para acelerar as transições de energia limpa e colocar o mundo no caminho para alcançar nossas metas climáticas, incluindo emissões líquidas zero”, concluiu Birol.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal