STI Norland fecha 2020 com R$ 1 bi e quadruplica faturamento

Segundo a empresa, já existem 40 projetos com entregas previstas para este ano

A fabricante de rastreadores e estruturas solares STI Norland anunciou que quadruplicou seu faturamento em 2020, concretizando a meta de fechar o ano com R$ 1 bilhão.

“Esses resultados nos deixam bastante animados e também retratam o aquecimento do setor. Apesar de ter sido um ano cheio de desafios, a energia solar ganhou muitos investimentos em 2020”, disse Javier Reclusa, CEO da STI Norland no Brasil.

Victor Hugo Paixão, head de Finanças da STI Norland Brasil, também comentou sobre esse momento de crescimento que a empresa está passando e ressaltou que atingiram um faturamento de mais de 400% no terceiro trimestre do ano passado em comparação com o mesmo período de 2019. “Isso ocorreu devido ao aumento significativo de marketshare e escolha na estratégia comercial adotada”.

Ainda segundo Paixão, outro fator importante para alavancar os resultados foi a possibilidade de uma melhor negociação com os fornecedores, em função do aumento da demanda e nacionalização de peças do tracker, otimização e estratégias de proteção cambial para garantir os preços orçados a cada projeto.

Atualmente, a empresa possui 145 projetos finalizados ou em obras em todo o Brasil e já tem 40 com entrega prevista para 2021.

Futuro

Segundo Reclusa, a falta de algumas matérias-primas essenciais atualmente, como o aço, podem atrapalhar um pouco as atividades no primeiro trimestre deste ano, mas a situação deve se normalizar.

“A expectativa é que tudo melhore em 2021. Devemos ter uma recuperação gradual da economia e uma estabilização nos valores das matérias-primas, que atualmente estão com preços muito elevados, devido ao problema de escassez que vem ocorrendo no mercado”.

“Ademais, a energia fotovoltaica já é a tecnologia mais barata entre as matrizes energéticas e, por isso, o mercado tem se mostrado animado para investir em solar, pelo seu excelente custo-benefício aliado à sustentabilidade. No Brasil, temos um segmento com um potencial enorme e é certo que vamos continuar assistindo um crescimento exponencial da fonte fotovoltaica nos próximos anos”, conclui.

Novidades

Durante participação no podcast Papo Solar, o CEO da STI Norland no Brasil destacou que esse ano a empresa terá novos modelos de trackers, adaptados aos painéis de diferentes tamanhos e de alta potência.

O executivo disse ainda que há novidades na parte de rastreamento para otimizar a geração de energia, por meio de novos algorítimos que estão sendo desenvolvidos.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal