7 de maio de 2021

Carrinho

Sudeste se aproxima dos 2 GW de potência em GD solar

Atualmente com 1,97 GW instalados, região será a primeira do país a atingir a marca

Autor: 30 de abril de 2021Brasil
Sudeste se aproxima dos 2 GW de potência em GD solar

A região Sudeste do Brasil, formada pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, se aproxima de um recorde histórico para o setor de energia fotovoltaica. 

A localidade está próxima de ser a primeira das cinco regiões do país a atingir a marca de 2 GW de potência instalada de GD (geração distribuída) solar.

Segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), o Sudeste brasileiro conta hoje com pouco mais de 1,97 GW de energia produzida a partir da instalação de painéis solares em residências, zonas rurais, empresas, estabelecimentos comerciais e sedes do poder público.

Atualmente, são cerca de 240,2 mil UCs (Unidades Consumidoras) recebendo créditos na região e mais de 191,7 mil usinas fotovoltaicas instaladas em 1.648 municípios. 

O estado com a maior potência instalada é Minas Gerais, com 977,5 MW, seguido por São Paulo (681,3 MW); Rio de Janeiro (220,4 MW) e Espírito Santo (96,4 MW).

Entre as classes de consumo, a residencial é a que ocupa a primeira posição no ranking regional da ANEEL, com 802,8 MW de potência instalada. Em segundo lugar, encontra-se a classe comercial, com 720,5 MW, seguida da rural, com 285,2 MW, e da industrial, com 146 MW.

Outras regiões

De acordo com os dados da ANEEL, a região Sul é a que mais se aproxima da produção de energia solar do Sudeste. Formada pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, a localidade conta hoje com 1,22 GW de potência solar instalada, 127.859 UCs recebendo créditos e 105.036 mil usinas operando.

Não muito atrás disso, aparece o Nordeste, com 1,01 GW de potência instalada, 106.961 UCs recebendo créditos e mais de 78,6 mil usinas instaladas. A região é formada pelos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Por enquanto, apenas as regiões Centro-Oeste e o Norte do país ainda não chegaram à marca de 1 GW de potência instalada em GD solar. 

A primeira região – onde estão situados os estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal – possui 927,5 MW, com 83.384 UCs recebendo créditos e 65.315 usinas em funcionamento.

Já a região Norte, tem hoje 292,8 MW de potência instalada de energia fotovoltaica produzida nos estados do Tocantins, Pará, Amapá, Roraima, Amazonas, Acre e Rondônia. A localidade ainda possui 28.061 UCs recebendo créditos e 24.605 usinas solares instaladas.

Espírito Santo

Conforme dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o estado do Espírito Santo alcançou 7.037 conexões operacionais de geração solar distribuída. 

Ao todo, mais de 8 mil consumidores já possuem sistemas fotovoltaicos instalados em pequenas propriedades nos 78 municípios que compõem o território capixaba.

De acordo com a ABSOLAR, o Espírito Santo, sozinho, responde hoje por 1,8% do total do parque de energia solar distribuída do Brasil, sendo a décima oitava do ranking nacional da entidade. 

Quem lidera a lista é Minas Gerais, com 81.684 conexões operacionais, cerca de 18,1% de todo o parque de energia solar distribuída do país.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas, com experiência em reportagem diária e produção de conteúdo em mídias: impressa, online, rádio e televisiva.

Comentar