TIM projeta ter 100 usinas de energia limpa até o fim de 2023

Operadora já conta com 64 empreendimentos, sendo 15 deles incorporados no primeiro trimestre deste ano
2 minuto(s) de leitura
TIM projeta ter 100 usinas de energia limpa até o fim de 2023
Usina Canabrava (PE), em operação com a Faro Energy. Foto: Divulgação/TIM

A TIM Brasil anunciou que vai ampliar o seu projeto de geração por fontes renováveis para abastecer suas bases operacionais. A ideia é contar com 100 empreendimentos em funcionamento até dezembro deste ano, com predominância de plantas fotovoltaicas.

Atualmente, a empresa de telefonia conta com 64 usinas de energia limpa em operação, com 50% de seu consumo total sendo gerado a partir destas unidades. O restante da produção vem de aquisições no Mercado Livre e da compra de certificados de energia renovável. 

A operadora informou alcançou a marca de 100% de energia limpa em seu consumo no começo de 2021. “Investimos em energia renovável desde 2017 e já temos usinas em 18 estados e no Distrito Federal. Até o fim do ano, pretendemos reforçar ainda mais a nossa agenda ESG”, diz Bruno Gentil, vice-presidente de recursos corporativos da companhia.

No primeiro trimestre deste ano, a TIM incorporou 15 novas unidades de energia renovável de 3.000 MWh ao seu portfólio. Os empreendimentos entraram em operação nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Com essas novas unidades, a companhia contabiliza 18 parceiros comerciais, incluindo grandes empresas, como Faro Energy, Gaswatt Energia e Hy Brazil Energia, e também fornecedores menores, como Fotossíntese Tecnologia Solar e Progressul Sistemas de Energia. 

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal