27 de fevereiro de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,28GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 4,88 GW

Time of Use e Energy Shifting com bancos de baterias

O sistema consiste em usar as baterias para suprir a demanda das instalações em horários em que a tarifa de eletricidade tem alto custo

Autor: 5 de novembro de 2020janeiro 20th, 2021Artigos técnicos
Time of Use e Energy Shifting com bancos de baterias

Alguns grupos consumidores de energia possuem diferentes tarifas ao longo do dia – principalmente consumidores do grupo A, que encontram tarifas em horários de ponta e fora da ponta.

Buscando o melhor aproveitamento das tarifas, pode ser configurado um período fixo para carga e descarga das baterias, de forma que as baterias se carreguem em horários em que a tarifa é mais baixa e se descarreguem em horários de ponta para evitar o consumo de energia da rede com tarifas mais elevadas. Esta solução é conhecida como Time Of Use ou Energy Shifting.

O gráfico abaixo evidencia que a energia gerada por um sistema fotovoltaico, não está disponível durante todo o período de alta tarifa, por isso, a energia durante os momentos de alta tarifa deve ser consumida da rede.

 Fonte Solar Power World Adaptado Fonte: Solar Power World (Adaptado)

Quem pode se beneficiar com o uso dos bancos de baterias? Indústrias com alto consumo em horários de ponta, shopping centers e outras instalações com  diferentes tarifas de energia.

Funcionamento

O sistema consiste em usar as baterias para suprir a demanda das instalações em horários em que a tarifa de eletricidade tem alto custo, como em horários de  ponta, tornando assim o consumo mais barato. Para isso as baterias podem ser carregadas em horários em que a tarifa de energia é mais barata ou com a ajuda de outras fontes de energia como a fotovoltaica.

O gráfico abaixo ilustra um exemplo de consumo de energia da rede elétrica em uma instalação, destacando o horário de ponta (17h – 20h).

Fonte Ideatek. Fonte: Ideatek

Configurando as baterias para entrarem em operação nos horários de ponta, teríamos algo similar ao mostrado no próximo gráfico.

Fonte Ideatek Fonte: Ideatek

No gráfico acima, durante o horário de ponta (17h – 20h) o consumo  da rede quando a bateria está descarregando é nulo.

Elementos necessários do sistema

  • Baterias de alta tensão

TS HV 70TS HV 70

TS HV 70 Outdoor TS HV 70 Outdoor

TPS FlexTPS Flex

TPS 2.070TPS 2.070

  • Inversores para uso com baterias

Sunny Tripower Sorage 60Sunny Tripower Sorage 60

Sunny Central StorageSunny Central Storage

Inverter ManagerInverter Manager

  • Medidor de energia inteligente (determina os valores elétricos medidos no ponto de interconexão).

Janitza UMG 604 Janitza UMG 604

Possibilidade de aplicação

Um shopping center, por exemplo, apresenta alto consumo em horários específicos em que a  tarifa da rede é muito alta. Um sistema de baterias permite que a energia armazenada nas baterias seja descarregada nesses momentos, podendo  ser carregadas em outros momentos em que a tarifa é mais baixa ou mesmo com a  ajuda de um sistema fotovoltaico.

O diagrama abaixo é uma versão simplificada do encontrado em uma folha de dados da Tesvolt e ilustra as principais conexões elétricas e de comunicação de um sistema com o TS HV 70.

Fonte Tesvolt Adaptado Fonte: Tesvolt (Adaptado)

Confira outros exemplos de aplicações com bancos de baterias em: https://ideatek.force.com/s/projetos.

 

Matheus Bueno

Matheus Bueno

Comentar

Artigos técnicos

O efeito LID das células fotovoltaicas

Introdução A degradação induzida pela luz é um fenômeno que reduz a eficiência das células fotovoltaicas com a exposição à luz. O fenômeno, genericamente conhecido como LID (light induced degradation), pode ter diferentes causas. As células de filmes finos de silício amorfo são reconhecidamente as mais afetadas pelo efeito LID. Neste tipo de célula ocorre o chamado efeito de Staebler-Wrosnki, responsável pela queda brusca (de até 20%) na eficiência do módulo fotovoltaico já nas primeiras horas de exposição. As células de CdTe (telureto de cádmio) e CIGS sofrem do mesmo problema, porém com intensidade reduzida. Módulos baseados nestes tipos de…
27 de fevereiro de 2021
Artigos técnicosLicitações

Entendendo a eficiência dos inversores fotovoltaicos

Introdução Eficiência ou rendimento é a relação entre a potência de saída e a potência de entrada de um sistema físico. Podemos calcular eficiências de máquinas, motores e equipamentos que processam ou convertem uma ou mais formas de energia. Por exemplo: a eficiência de um motor elétrico, a eficiência de um motor a combustão ou a eficiência de um aparelho de ar condicionado. Quando falamos de inversores para sistemas fotovoltaicos, a eficiência refere-se à razão entre a potência elétrica de saída e a potência elétrica de entrada. Idealmente, gostaríamos de ter inversores com eficiência de 100%, ou seja, nenhuma energia…
27 de fevereiro de 2021