TRE-MS aposta em projeto de eficiência energética e instala usina solar

A planta de 168 KW será usada para abastecer o depósito de urnas do órgão

Escolas, hospitais, fazendas e até centros de treinamentos de times de futebol estão investindo em energia solar. Pois é, ela está presente em todos os cantos. Agora, essa fonte limpa e sustentável está abastecendo o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Mato Grosso do Sul.

O órgão inaugurou neste mês uma usina fotovoltaica de 168 kW em seu depósito de urnas. A previsão é que a mesma proporcione uma economia anual de aproximadamente R$ 200 mil.

A planta possui 168 KW de potência e a previsão é que a mesma proporcione uma economia anual de aproximadamente R$ 200 mil.

Depósito de urnas do TRE-MS recebe instalação de painéis solares

“A tecnologia promove o uso consciente de materiais, aplicando os recursos de forma eficiente e possibilitando a promoção da sustentabilidade ambiental, econômica e social no serviço público. Ou seja, trata-se de uma energia limpa, que não gera degrada o meio a proporciona ainda economia aos cofres públicos”, destacou o desembargador João Maria Lós, presidente do TRE-MS.

Essa é a nona planta instalada pelo TRE-MS. Campo Grande, Nioaque, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel D’Oeste, Aparecido do Taboado, Paranaíba e Chapadão do Sul já contam com essa tecnologia em suas localidades. A potência instalada em todas as usinas chega a 630 KWp, gerando uma economia de cerca de R$ 750 mil ao ano.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal