21 de abril de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,29 GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 5,35 GW

Carrinho

Trina conquista certificado de qualidade para painéis com potência de 660 W+

A fabricante de módulos fotovoltaicos conquistou dois certificados da TÜV Rheinland

Autor: 24 de fevereiro de 2021março 25th, 2021Notícias
Trina conquista certificado de qualidade para painéis com potência de 660 W+

A Trina Solar anunciou a conquista de dois certificados da TÜV Rheinland para seus painéis solares Vertex 660 W. Segundo a empresa, é a primeira vez que uma fabricante de módulos obteve uma certificação dupla de proteção ambiental.

Para Zhao Mengyu, diretor sênior do Departamento de Qualidade da Trina, a conquista valoriza a atuação da empresa. “Desde a fundação da Trina, a companhia é focada na inovação, confiabilidade e nas necessidades do consumidor”, disse. 

Chris Zou, vice-presidente de Serviços Solares da TÜV Rheinland China Continental, parabenizou a fabricante pelos certificados e disse que a alta potência e eficiência é a direção inevitável para o desenvolvimento de painéis, e a forma mais efetiva de reduzir o LCOE (Custo Nivelado da Energia).

“O certificado IEC para os painéis Vertex 660 W+ é mais um avanço significativo conquistado pela Trina Solar, após os certificados recebidos pelos seus painéis 550 W/600 W, em setembro. Isto não é apenas uma grande inovação para eles, mas também um indicador das tremendas probabilidades para grandes usinas de energia reduzirem os custos de BOS (Balanço do Sistema) e LCOE, aumentando o retorno”, ressaltou Zou. 

A família Vertex é composta por cinco modelos de painéis – 400 W, 500 W, 550 W, 600 W e 660 W – indicados para uma variedade de aplicações versáteis, incluindo uso em telhados residenciais e comerciais, usinas de energia e iluminação de agricultura e pesca. 

De acordo com a fabricante, os módulos 660 W+ geram uma potência de 675 W, com eficiência de conversão de 21,7%. 

“Os painéis Vertex 660 W+ alcançam maior redução dos custos BOS e do LCOE. Isso irá ajudar a acelerar o desenvolvimento da indústria fotovoltaica, e em particular impulsionar os esforços da empresa em direção a construir um mundo zero-carbono”, destacou Mengyu.

A Trina também anunciou no começo deste ano um algoritmo que pode aumentar a geração de energia entre 3% e 8%. Tal eficácia varia de acordo com cada projeto, os aspectos do terreno e do clima em cada local. 

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Comentar