21 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

TSUNESS renova parceria com Vertys para fortalecer presença no mercado FV brasileiro

Acordo estratégico reflete o compromisso da empresa em estabelecer uma rede de relacionamentos de confiança no Brasil

Autor: 19 de fevereiro de 2024Parcerias
3 minutos de leitura
TSUNESS renova parceria com Vertys para fortalecer presença no mercado FV brasileiro

Portfólio de microinversores expostos na Genera 2024. Imagem: TSUNESS/Reprodução

A TSUNESS, especializada no desenvolvimento e produção de microinversores, anunciou a renovação de sua colaboração com o Vertys Solar Group, com o objetivo de fortalecer sua influência no mercado fotovoltaico brasileiro.

Segundo a empresa, com as vantagens naturais únicas do Brasil, novas regulamentações técnicas e a melhora nas taxas de juros e financiamento, o setor solar no país segue uma linha sem precedentes de crescimento em maturidade e desempenho, tornando-o um país chave na estratégia de expansão global da TSUNESS.

Além da colaboração renovada, a fabricante estabeleceu acordos com distribuidores líderes na América Latina. Essas parcerias, conforme a fabricante, refletem o compromisso em estabelecer uma rede de relacionamentos de confiança no Brasil, aumentando ainda mais a presença no segmento e contribuindo para a transição energética.

“No Brasil, as séries TSOL-MP3000 e TSOL-MS2000 da TITAN e GEN3 são altamente preferidas pelos clientes, pois resolvem os desafios de telhados multidirecionais e entregam alta performance com potências de 3 kW e 2 KW – trazendo o que há de melhor em segurança para instalações de GD; tensão máxima de 60 Vdc, eliminando a necessidade de string box e RSD (Rapid Shutdown Device); operação estável; fácil instalação e monitoramento”, disse Victor Segato, Head LATAM da TSUNESS.

Demais características

Lançado em 2022, o TSOL-MP3000 é um produto de destaque na série de microinversores TITAN, apresentando potência máxima de saída de 3.000 W e corrente máxima de 18,5 A.

Feito sob medida para compatibilidade com módulos convencionais de alta potência de 480 a 700 W no mercado brasileiro, o equipamento possui seis MPPTs independentes. Este design permite a conexão simultânea de seis painéis, mesmo em telhados com diferentes orientações, garantindo ótima eficiência e menor LCOE em empreendimentos com microinversor.

Em ambas as soluções (TSOL-MP3000 e TSOL-MS2000), a empresa emprega Wi-Fi para transmissão contínua de dados, eliminando a necessidade de DTU adicionais e outros equipamentos de dados, reduzindo significativamente o custo geral do sistema. Além disso, a companhia afirmou que prioriza a seleção meticulosa de chips Wi-Fi, garantindo uma operação estável mesmo em ambientes adversos de 105°C.

Ao alavancar parcerias estratégicas e produtos inovadores como o TSOL-MP3000 e o TSOL-MS2000, a TSUNESS pretende desempenhar um papel fundamental no avanço da transição do Brasil para soluções de energia solar mais eficientes.

“Estamos entusiasmados com 2024, especialmente com esta parceria de longo prazo com a Vertys que se fortalece a cada dia. Os acordos estratégicos capacitam enormemente todos os players da cadeia logística (fábrica, distribuidor, instaladores e usuários finais), contribuindo para o melhor em termos de processo, nível de serviço, cooperação, competitividade e experiência do cliente”, concluiu Segato.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.