23 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,6GW

Vale inicia operação de um dos maiores parques FV da América Latina

Quando estiver em plena capacidade, o projeto Sol do Cerrado terá 1,4 milhão de painéis solares instalados

Autor: 17 de novembro de 2022Projetos
2 minutos de leitura
Vale inicia operação de um dos maiores parques FV da América Latina

Ao todo, foram investidos cerca de R$ 3 bilhões no complexo, que possui 766 MWp. Foto. Vale/Divulgação

A Vale anunciou que deu início à operação do projeto Sol do Cerrado, que vem sendo instalado no município de Jaíba, região norte de Minas Gerais.

O empreendimento, que possui 766 MWp, é um dos maiores parques de energia solar da América Latina. Quando estiver operando em plena capacidade, em julho de 2023, irá representar 16% de toda a energia consumida pela companhia no Brasil.

O Sol do Cerrado, cujos investimentos somam cerca de R$ 3 bilhões, é um passo importante para ajudar a Vale a atingir suas metas climáticas de reduzir emissões líquidas de carbono em 33% até 2030 e zerá-las até 2050. A empresa espera atingir 100% do consumo de eletricidade renovável no Brasil até 2025, e, globalmente, até 2030.

A energia gerada pela usina reduzirá as emissões da Vale em 134 mil tCO2e/ano. O complexo foi levado pela companhia à COP-27, que está ocorrendo em Sharm El Sheikh, no Egito.

Mais sobre o Sol do Cerrado

A planta é composta por 17 subparques, dos quais quatro já foram energizados. A área ocupada é equivalente a cerca de 1,3 mil campos de futebol.

No total, o empreendimento contará com 1,4 milhão de painéis solares e trackers. Além disso, utilizaram 10,2 milhões de metros de cabos por onde a energia será conduzida.

As obras do Sol do Cerrado começaram em janeiro de 2021 e geraram cerca de 3 mil empregos no pico das atividades, quase 50% de mão de obra local e 16% de mulheres.

Moradores da região foram capacitados e empregados para atuarem nas obras como pedreiros, mecânicos e profissionais em instalação elétrica industrial. Ademais, cerca de um quarto dos fornecedores contratados para implantação do empreendimento são da região.

Quando atingir a capacidade máxima de operação, em julho de 2023, o Sol do Cerrado contará com 90 trabalhadores permanentes de diversas qualificações, tais como eletrotécnicos, eletricistas e auxiliares em serviços gerais.

“O Sol do Cerrado é um projeto inédito para a Vale, que traz desenvolvimento local, energia renovável e está ligado ao nosso objetivo de sermos líderes em mineração sustentável”, destacou Eduardo Bartolomeo, presidente da Vale.

O projeto abrange ainda uma linha de transmissão de 15 km de extensão, com tensão de 230 mil volts, interligando as subestações Coletora Sol do Cerrado e Jaíba, de onde a energia é escoada para o SIN (Sistema Interligado Nacional).

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.