25 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,81GW

Vale terá um dos maiores sistemas de armazenamento de energia do país

Recentemente, a mineradora anunciou investimento de cerca de US$ 2 bilhões para reduzir em 33% suas emissões

Autor: 25 de agosto de 2020outubro 2nd, 2020Brasil
Vale terá um dos maiores sistemas de armazenamento de energia do país

A mineradora Vale está instalando no Terminal da Ilha Guaíba (RJ) um dos maiores sistemas de armazenamento de energia em bateria para suprimento de demanda elétrica do Brasil.

O projeto, que está sendo desenvolvido em parceria com a Siemens e a MPC (MicroPower Comerc), irá reduzir em cerca de 20% o custo com energia do porto ao substituir o fornecimento da rede elétrica da concessionária nos horários de pico de demanda, quando a tarifa é mais cara.

O equipamento tem capacidade de armazenamento de 10 MWh, o suficiente para atender a 45 mil residências por uma hora.

Segundo a Vale, a aplicação desse tipo de tecnologia é um passo importante na estratégia de descarbonização da empresa. O uso de baterias é uma das tecnologias que deverá ser aplicada para substituição de diesel por energia elétrica renovável em equipamentos de transporte, como locomotivas e caminhões fora de estrada, por exemplo.

Recentemente, a mineradora anunciou investimento de cerca de US$ 2 bilhões para reduzir em 33% suas emissões absolutas diretas e indiretas até 2030, com base no Acordo de Paris – tratado mundial que tem como objetivo conter o aumento do aquecimento global – além da intenção de tornar-se carbono neutra em 2050.

“À medida que a Vale continua a descarbonizar suas operações, o uso de baterias se tornará uma parte cada vez mais importante na eletrificação da nossa frota de equipamentos. Este projeto nos permite testar em campo uma nova tecnologia para acelerar a transformação de energia da Vale, que visa alcançar sua autossuficiência aumentando a geração de energia elétrica, principalmente através das fontes solar e eólica em complementação a nossa geração hidrelétrica”, explicou Ricardo Mendes, diretor de Energia da Vale.

 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.