27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Vertex 660 W reduzem CAPEX e LCOE em até 9%

Black & Veatch, provedor global de serviços para projetos FV, apontou as vantagens dos painéis 660 W da Trina

Autor: 7 de fevereiro de 2022Mundo
Vertex 660 W reduzem CAPEX e LCOE em até 9%

Vertex 210–660 W obtém benefícios adicionais de economia de custos. Foto: Trina Solar/Divulgação

Desde o lançamento da série 600 W+ da Trina Solar, organizações internacionais de terceiros avaliaram e estudaram as vantagens de BoS (Balance of System) e LCOE (Levelized Cost of Energy) dos módulos Vertex.

Mais recentemente, a Black & Veatch, provedor global independente de serviços para projetos solares, concluiu uma avaliação CAPEX e LCOE, comparando a nova geração de módulos fotovoltaicos de tamanho wafer de 210 mm de ultra-alta potência para painéis de tamanho de wafer de 182 mm, 158 mm e 166 mm.

Os resultados mostram que, em comparação com o módulo de 166 mm e 450 W, os de 210 mm e 660 W reduzem o CAPEX e o LCOE em mais de 9%. Já em comparação com as painéis de 182 mm e 535 W, os de 210 mm e 660 W reduzem o CAPEX em até 4,58% e o LCOE em até 3,94%.

Além disso, o layout de 158-84 células da Trina Solar de 480 Wp tem um desempenho melhor do que o formato padrão de 166-72 células em relação às economias de CAPEX e LCOE.

Em termos de diferença de custo, o valor aumentado decorre, principalmente, dos valores reduzidos de BoS. De acordo com a Trina, os preços do BoS são impactados pelo comprimento da cadeia do módulo, potência geral do mesmo e o número de placas fotovoltaicas necessárias para atender à suposição de capacidade constante feita ao longo dos projetos hipotéticos.

“Um planejamento utilizando um painel com uma potência mais baixa exigirá mais módulos e, portanto, terá custos de BoS mais altos, incluindo valores adicionais para área cultivada, localização, limpeza e classificação, quantidade de racks e cabeamento, por exemplo”, disse a empresa em nota.

O 210-660 W exigiu o menor número de módulos para atingir a capacidade hipotética do projeto de 100 MWac (125 MWdc), com 88.383 painéis a menos necessários. Isso equivale a uma economia de até 32%, afirmou a fabricante.

Comparado com os módulos de 166-450 W, o Vertex 210–660 W obtém benefícios adicionais de economia de custos em toda a linha de:

  • Material BoS: US$1,6 milhão;
  • Instalação do BoS: U$$ 979 mil;
  • Instalação em rack e pós: US$1,8 milhão;
  • Indireta de construção: US$1,9 milhão;
  • Administrativas e de EBT: US$ 1,1 milhão;
  • Total de CAPEX de custo inicial: US$9,6 milhões.
Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.