27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Vivo inaugura nova usina solar de geração distribuída em Roraima

Programa de energia distribuída da empresa já possui duas usinas em operação

Autor: 20 de abril de 2022abril 25th, 2022Notícias
Vivo inaugura nova usina solar de geração distribuída em Roraima

A usina, localizada em Boa Vista, é a segunda usina a serviço da empresa na região Norte e a 24ª em operação no Brasil.

A Vivo, empresa de telefonia, inaugurou sua primeira usina de geração distribuída de energia de fonte solar, no estado de Roraima. 

A usina, localizada em Boa Vista, é a segunda usina a serviço da empresa na região Norte e a 24ª em operação no Brasil.

A iniciativa faz parte da estratégia da empresa para ampliar a produção própria de energia de fontes renováveis. São 85 usinas no programa de geração distribuída da Vivo previstas para todo o Brasil. 

Construída em parceria com a empresa VOLTXS ENERGIA S/A, a usina de Boa Vista ocupa uma área 2,5 hectares com capacidade para produzir 2.278 MWh/ano de energia. 

A quantidade produzida pela usina será o suficiente para atender todo o consumo em baixa tensão das 51 unidades consumidoras da empresa em Roraima, como lojas, antenas e equipamentos de transmissão.

Segundo a gerente de Energia da Vivo, Jussara Tassin, no modelo de geração distribuída, a energia produzida é injetada na rede da concessionária local, neste caso, a Roraima Energia, e se transforma em créditos de consumo para a empresa. 

“A iniciativa reforça nosso compromisso em manter consumo de energia 100% renovável, aumenta a eficiência e gera impacto socioeconômico relevante para a região”, diz Jussara.

As usinas em GD contribuem para minimizar perdas do sistema e aliviar a carga na rede de distribuição de energia, além de reduzir emissões de CO2 e evitar  impactos de grandes empreendimentos no meio ambiente e na comunidade. 

Na etapa de construção, a usina de Boa Vista gerou 45 empregos e na fase de operação, no final de abril, serão 10 empregos.

O projeto como um todo responderá por 89% do consumo em baixa tensão, atendendo mais de 30 mil unidades da empresa em todo o país, produzindo cerca de 711 mil MWh/ano de energia, o suficiente para abastecer todo o consumo de uma cidade de até 320 mil habitantes.

Stella Miranda

Stella Miranda

Possui experiência em produção de podcast, elaboração de matérias jornalísticas, entrevistas e produção para rádio. Graduanda em Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.