27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Aldo e Jinko fecham maior acordo do mundo para distribuir painéis N-Type

Durante a Intersolar Europa, empresas formalizaram acordo de distribuição correspondente a 600 MW

Autor: 13 de maio de 2022Investimentos e Negócios
Aldo e Jinko fecham maior acordo do mundo para distribuir painéis N-Type

A transação foi realizada durante a Intersolar Europa, que está acontecendo em Munique, na Alemanha

A distribuidora Aldo Solar e a fabricante Jinko assinaram um acordo de distribuição para trazer ao mercado brasileiro os novos módulos fotovoltaicos de ultra eficiência do tipo N TopCon da família Tiger Neo.

A transação foi realizada durante a Intersolar Europa, que está acontecendo em Munique, na Alemanha. A previsão é que os novos módulos estejam disponíveis na Aldo Solar para pré-venda a partir de julho.

Hoje, a Aldo Solar possui market share de aproximadamente 30% no segmento de GD (geração distribuída).

No fim do ano passado as duas empresas já haviam anunciado a assinatura do maior acordo de distribuição para GD já firmado pela Jinko Solar fora da China. 

Intersolar Europa 2022

Agrivoltaico, BIPVs e sistemas flutuantes: soluções versáteis

Mercado fotovoltaico no Brasil é destaque na Intersolar Europa

Armazenamento de energia e tendências do mercado global

Segundo as empresas, esse novo acordo faz do Brasil o primeiro mercado da América Latina a disponibilizar este lançamento da Jinko e marca a assinatura do maior contrato do mundo para distribuição dos módulos fotovoltaicos de ultra eficiência N-Type da família Tiger Neo da Jinko Solar. 

Pelo acordo, assinado por Alberto Cuter, gerente geral da Jinko Solar para Itália e América Latina, e Joaquim Fernandes, diretor comercial da Aldo Solar, serão distribuídos 600 MW de potência da família Tiger Neo. O contrato também assegura às revendas e instaladores de energia solar no Brasil a continuidade da comercialização da família de módulos Tiger Pro.

Mercado fotovoltaico

“O mercado fotovoltaico global está entrando em uma nova era e em velocidade sem precedentes. A necessidade de abordar diferentes cenários de aplicação de eletricidade e a urgência de governos e indústrias para a transformação de energia elevaram a demanda por energia solar a um novo nível”, disse Kangping Chen, CEO da Jinko Solar.

Já para Cuter, “pelo pioneirismo e relevância no mercado brasileiro de distribuição fotovoltaica, a Aldo Solar tem um papel fundamental ao atuar como formador de opinião de toda a cadeia de geração distribuída, sempre acompanhando o que existe de melhor no mercado solar. Mais uma vez, estamos muito entusiasmados com essa parceria que promete trazer a melhor e a mais inovadora tecnologia em módulos fotovoltaicos, cada vez mais acessível aos brasileiros”.

De acordo com Fernandes, “a partir de nosso primeiro acordo com a Jinko para uma parceria de longo prazo, buscamos trazer ao mercado o que há de mais inovador e disruptivo em módulos solares. Tenho certeza de que a nova linha de módulos fotovoltaicos do tipo N trará uma revolução ao mercado, com a melhor solução e o melhor custo-benefício aos consumidores”.

“Estou certo de que nos próximos dois ou três anos será a principal tecnologia em módulos disponível no mercado. Por isso, gostaria de agradecer à Jinko em nome de nossas revendas e instaladores, além de toda a equipe da Aldo Solar. Por meio dessa parceria esperamos difundir ainda mais a energia solar e oferecer condições surpreendentes de energia limpa e mais barata a todos os brasileiros”, finaliza o diretor da Aldo.

Características da nova família Tiger Neo da Jinko Solar

A nova família de módulos da Jinko Solar adota a tecnologia TOPCon tipo N, que fornece cerca de 5% a 6% mais eficiência do que os módulos do tipo mono PERC e cerca de 3% a 4% mais geração de energia.

Além da eficiência, as células do tipo N também prometem melhorias na performance de longo prazo, maior fator de bifacialidade e desempenho superior em altas temperaturas que resultam em mais energia, um custo nivelado mais baixo de eletricidade e um retorno mais rápido do investimento. 

A degradação induzida pela luz e a degradação induzida pela temperatura elevada da luz têm sido um dos grandes desafios para os produtos do tipo P (policristalinos) e ainda causam consideráveis níveis de perdas de desempenho nos módulos PERC (monocristalinos) produzidos hoje. A suscetibilidade inerentemente menor do Tipo N a ambos os mecanismos significa menor degradação e maior rendimento de energia ao longo da vida útil do produto.

Vantagens dos módulos Tiger Neo

  • Menor degradação – inferior a 1% no 1º ano de operação e menor degradação linear ao longo dos 30 anos de garantia;
  • Menor Coeficiente de temperatura; 
  • Maior fator de bifacialidade;
  • Garantia de 87,4% de geração após 30 anos de operação;
  • Mais geração e longevidade;
  • Eficiência logística: mais potência por container;
  • Produzidos a partir de wafers de 182 mm, os módulos Tiger Neo apresentam Multi-Busbar (MBB) e design de meio corte para reduzir a perda de resistência interna.
Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.