29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

ANEEL aprova novas tarifas para a distribuidora Roraima Energia

As tarifas reajustadas já estão valendo para 205.966 mil unidades consumidoras em 15 municípios do estado

Autor: 26 de janeiro de 2024Bolso do Consumidor
1 minutos de leitura
ANEEL aprova novas tarifas para a distribuidora Roraima Energia

O efeito médio para o consumidor é de uma diminuição de 9,62%. Foto: Roraima Energia/Reprodução

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta semana uma significativa redução nas tarifas da Roraima Energia S.A.

O reajuste, que entrou em vigor a partir desta quinta (25), traz uma diminuição de 10,45% para os consumidores residenciais do grupo B1.

A tabela de reajuste mostra que a baixa tensão em média terá um decréscimo de 10,14%, enquanto a alta tensão em média apresenta uma redução de 7,56%.

O efeito médio para o consumidor é de uma diminuição de 9,62%, refletindo em um alívio nas despesas com energia elétrica.

De acordo com a Agência, a decisão visa equilibrar os custos de compra de energia e distribuição, proporcionando benefícios diretos para os consumidores residenciais atendidos pela Roraima Energia S.A.

A redução nas tarifas representa uma importante medida para aliviar o impacto financeiro nas residências e estimular o consumo consciente de energia. Hoje, a Roraima Energia atende 205.966 mil unidades consumidoras em 15 municípios do estado.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.