Imóveis com energia solar são mais valorizados e econômicos

De acordo com a ABSOLAR a valorização das residências pode chegar a 10%
Imóveis com energia solar são mais valorizados e econômicos
Residências respondem por quase 80% dos sistemas FV de GD instalados no país, segundo a ANEEL. Foto:Clarissa Zomer/Divulgação

Investir em sistemas fotovoltaicos como meio de gerar a própria energia elétrica se popularizou no Brasil e no mundo. A preocupação com o alto custo no fornecimento de energia, em garantir fornecimento contínuo sem se preocupar com quedas das redes de distribuição e, para muitos, a preocupação com o meio ambiente fizeram com que esse meio se popularizasse

De acordo com a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica), imóveis com instalações fotovoltaicas podem se valorizar em até 10%. A associação completa que essa valorização se dá pelos benefícios econômicos e ambientais que a fonte proporciona.

Além da economia com a conta de energia, a instalação do sistema fotovoltaico traz retorno do investimento de longo prazo e valoriza o imóvel. De acordo com dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) o Brasil possui atualmente cerca de 2 milhões de sistemas de geração própria de energia solar instalados em imóveis residenciais.

De acordo com a Agência, já são mais de 13,8 GW de potência instalada em telhados residenciais, esse valor corresponde a quase 80% dos sistemas fotovoltaicos de micro e minigeração distribuída em todo o país.

Veja também: Posso instalar energia solar no meu apartamento?

A instalação de sistema fotovoltaico é benéfico por diversos fatores. O sistema possui vida útil média de 25 anos e o retorno do investimento se dá entre dois  a cinco anos, dependendo do tamanho e das especificidades de cada projeto. Além disso, o sistema oferece design diferenciado para os imóveis.

A geração da própria energia também se diferencia devido à economia, créditos energéticos e à questão da sustentabilidade, que é cada vez mais importante para os brasileiros. 

De acordo com Clarissa Zomer, arquiteta e doutora em engenharia civil, especialista em energia solar integrada em edificações, quando módulos fotovoltaicos  são integrados à arquitetura de maneira funcional, tais como revestimentos de fachadas e coberturas, este investimento será recuperado com a geração de energia ao passo que qualquer outro material convencional da construção civil não se pagará nunca.

A arquiteta ainda comenta que além do morador gerar a própria energia, ele não vai consumir uma área extra do terreno. “O morador vai ter uma casa sustentável, que se destaca das demais: duas casas de mesma metragem, mesmo terreno, mesma localização, sendo que uma tem integração fotovoltaica e a outra não, com certeza a que possui energia solar terá  uma valorização financeira”, afirmou.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Viviane Lucio
Viviane Lucio
Jornalista graduada pela UNIP (Universidade Paulista) e especialista em jornalismo científico pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Possui experiência em produção de notícias, reportagens, fotografia, assessoria de comunicação e de imprensa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal