CEO da ABSOLAR destaca vantagens da energia fotovoltaica durante verão

Especialista ressalta que a fonte solar é essencial para auxiliar em horários de pico de demanda da energia elétrica
20-02-2021-canal-solar-CEO da ABSOLAR destaca vantagens da energia fotovoltaica durante verão

Dados do ONS (Operador Nacional do Sistema) apontam que os brasileiros usam mais eletricidade nos meses durante o período de verão (geralmente entre janeiro e fevereiro), que é quando temos mais o uso de refrigeração, seja com ar condicionado nas casas e empresas, ou com refrigeração industrial e rural, para leite, carnes, etc.

Analisando este cenário, Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), em entrevista ao Canal Solar, destacou que a tecnologia fotovoltaica é essencial para aliviar a operação do sistema no horário de mais demanda da energia elétrica.

“Por ser um período muito ensolarado, temos recursos solares disponíveis de norte a sul e de qualidade para aliviar o sistema. As horas em que o sistema mais usa eletricidade nos meses de verão são durante o dia, em especial entre 11h e 17h”, explicou o especialista.  

“Neste período, a energia normalmente acaba se tornando também mais cara, pois a demanda sobe muito e o operador acaba despachando mais termelétricas. É neste momento que a solar ajuda a reduzir essa pressão, já que gera energia justamente nestes horários diurnos de maior demanda”, concluiu.

Solar se mostra uma solução frente à crise hídrica

A matriz elétrica brasileira atual ainda é muito dependente da fonte hídrica. Quando os reservatórios das hidrelétricas estão baixos, o ONS aciona usinas termelétricas fósseis emergenciais – mais caras, poluentes e que provocam bandeiras tarifárias amarela e vermelha.

Tendo em conta esta situação, “a energia solar é vista como essencial para ajudar a economizar água dos reservatórios hídricos, aliviando a operação da matriz energética nacional e o bolso dos consumidores”, destacou Sauaia. 

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal