China registra aumento de 55% em novas instalações FV

O país alcançou a marca de 48.2 GW em energia solar no ano passado
China registra aumento de 55% em novas instalações FV

Em meio a pandemia da Covid-19, a energia solar se mostrou resiliente, sendo um dos segmentos que mais cresceu no ano passado. Na China, por exemplo, este aumento foi de 55% em relação ao ano de 2019, chegando a 48.2 GW em 2020.

Entre as empresas que acompanharam este crescimento está a Solis, fabricante de inversores fotovoltaicos. A empresa obteve uma alta de 74% na receita.

Além disso, nos três primeiros trimestres de 2020, o investimento da companhia em P&D aumentou mais de 100%.

De acordo com a fabricante, este aumento é resultado da postura da companhia que empresa está atenta ao mercado fotovoltaico.

“A Solis sempre colocou a inovação e o desenvolvimento como seu ponto de partida e melhorou continuamente sua capacidade de responder às demandas do mercado interno e externo,” afirmou Kun Zhang, diretor de Produtos do HQ Global da Solis.

Os produtos Solis são exportados para diversos países, inclusive no Brasil. “2020 chegou ao fim e ouvimos o toque de clarim de 2021. No futuro, a Solis continuará a ser guiada pelo mercado em rápido crescimento, contando com fortes capacidades de P&D, equipamentos de produção avançados e está empenhada em fornecer aos usuários produtos que eles não precisam se preocupar”, destacou Yiming Wang, presidente da Solis.

Imagem de Ericka Araújo
Ericka Araújo
Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal