Clientes residenciais da Equatorial GO podem ter alta de 10,02% na conta de luz

Audiência contará com uma sessão pública presencial a ser realizada em 17 de agosto na cidade de Goiânia
Audiência contará com uma sessão pública presencial a ser realizada em 17 de agosto na cidade de Goiânia
Rede de distribuição de energia elétrica. Foto: Freepik

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta terça-feira (25) a abertura da consulta pública para discutir a Revisão Tarifária Periódica da distribuidora Equatorial Goiás

A audiência contará com uma sessão pública presencial a ser realizada em 17 de agosto na cidade de Goiânia (GO), com localização e horário a serem divulgados.

As novas tarifas passaram a vigorar no dia 22 de outubro de 2023 para 3,3 milhões de unidades consumidoras em 237 municípios de Goiás.

Confira, na tabela, os índices propostos:

banner amara

Segundo a ANEEL, “dentre os fatores que mais impactaram na proposta de reajuste, cabe destaque para os custos com atividades relacionadas à distribuição de energia elétrica”.

Na consulta pública será discutida a definição dos correspondentes limites dos indicadores de continuidade de DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) e de FEC (Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) da empresa, para o período de 2024 a 2028.

As contribuições poderão ser enviadas entre 26/07 e 01/09 para os respectivos e-mails:

Imagem de Yvana Leitão
Yvana Leitão
Produtora do Podcast Papo Solar. Possui experiência produção e elaboração de matérias jornalísticas. Graduanda em jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Campinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal