17 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

Com usina solar, empresa de tecnologia terá economia de R$ 21 milhões

Sistema instalado na companhia, localizada em Blumenau (SC), evitará a emissão de 690 toneladas de CO² na atmosfera

Autor: 16 de dezembro de 2022Projetos
3 minutos de leitura
Com usina solar, empresa de tecnologia terá economia de R$ 21 milhões

Sistema fotovoltaico instalado na WK, localizada na cidade de Blumenau (SC). Foto: Reprodução

O uso de energia solar está na mira das pequenas e médias empresas brasileiras. Segundo uma pesquisa feita pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade, cerca de 60% das PMEs pretendem realizar aportes em energia sustentável, e 47% acreditam que os sistemas fotovoltaicos são a melhor opção.

Motivos para esse investimento não faltam: além de representar uma grande economia na conta de luz, cada vez mais a sociedade tem valorizado empresas engajadas na busca pela sustentabilidade, gerando um diferencial competitivo.

Foi pensando nisso que a WK, companhia que desenvolve softwares de gestão empresarial (ERP), localizada em Blumenau (SC), decidiu instalar painéis solares para gerar energia para o escritório.

No total, foram investidos R$ 2 milhões no projeto, que, nos próximos 25 anos, vai evitar a emissão de aproximadamente 690 toneladas de CO² na atmosfera – o equivalente ao plantio de quase 5 mil árvores. Além disso, vai representar uma economia de R$ 21 milhões na conta de luz.

Com os módulos, a WK vai gerar 104% da eletricidade que é consumida na sede, passando a operar totalmente com energia limpa. Wanessa Keske, sócia da empresa, destaca que a sustentabilidade é um dos pilares da cultura da organização e que o projeto é a culminação de uma série de ações em prol do meio ambiente.

Mais sobre o projeto

Para gerar energia suficiente para o escritório, as placas solares vão ser instaladas em três etapas: na sede, elas ficarão no telhado e no estacionamento. Mas a maior parte vai estar em um sítio particular do sócio-proprietário da empresa, Werner Keske. Lá, serão colocados 600 painéis, responsáveis por captar 60% da energia que será consumida pela companhia.

De acordo com a WK, o empreendimento, que começou a ser instalado em junho, já está rendendo bons frutos: os demais sócios também aproveitaram a oportunidade para implementar módulos nas suas próprias residências.

“Ter os nossos sócios embarcando na ideia foi bem bacana, porque, quanto mais pessoas tiverem sua própria ‘micro usina’, menos impacto ambiental vai ser gerado. E, a longo prazo, isso vai trazer bons resultados para a sociedade como um todo”, enfatizou.

“A energia solar é o caminho do futuro. Precisamos encontrar formas de preservar o meio ambiente, e o Brasil é um país onde sempre tem Sol. Ter um ERP totalmente gerado com energia limpa é um investimento para o futuro – tanto da empresa quanto da sociedade”, concluiu. Wanessa.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.