Como elaborar propostas comerciais de sistemas fotovoltaicos?

Saiba como preparar as melhores propostas comerciais para seus clientes
3 minuto(s) de leitura
Proposta comercial de sistemas fotovoltaicos
Proposta comercial de sistemas fotovoltaicos

Toda empresa precisa fazer orçamentos, elaborar propostas comerciais para ofertar os seus produtos e serviços. A proposta comercial ou orçamento, como são conhecidos, basicamente servem para descrever o produto ou serviço ofertado, preço e forma de pagamento.

Vendas simples, com ticket médio baixo, requerem propostas mais simples e objetivas. Já em vendas complexas, com ticket médio alto, como é o caso da solar fotovoltaica, exigem propostas personalizadas, com informações previamente trabalhadas.

A proposta deve ser vista pelo seu futuro cliente como uma ferramenta de apoio ao investimento. Deve auxiliar o vendedor no processo de geração de confiança e diferenciação.

Mas afinal, o que deve conter numa boa proposta comercial para venda de geradores fotovoltaicos?

O que não deve faltar em uma proposta comercial

Listei abaixo algumas características e informações que considero imprescindíveis para uma boa proposta. Toda proposta deve ser formatada com a “cara” e a “personalidade” de cada empresa ou profissional.

A começar por conter a mesma linguagem de comunicação que você deseja passar ao seu público. Aqui falo de cores, fontes, design gráfico, posição de logotipo, etc.

Uma proposta sem conteúdo de comunicação não desperta a atenção, torna-se chata de ler, não causa entusiasmo e não passa seriedade.

Procure desenvolver um padrão de linguagem de comunicação, profissional e sem improvisos. Preveja um investimento, ainda que pequeno, para desenvolver um bom design.

Já as informações que considero imprescindíveis são:

  • Nome completo do cliente;
  • Dados básicos da unidade consumidora: endereço ou localização, tipo de telha, tipo de alimentação elétrica, consumo médio mensal;
  • Design solar: geração média mensal, potência total em kWp, o percentual de geração versus o consumo;
  • Lista de materiais e serviços contidos: marca e modelo de módulos e inversores. Descrição dos serviços;
  • Garantia dos equipamentos e serviços;
  • Resumo financeiro: economia gerada na conta, tempo do retorno financeiro;
  • Investimento necessário;
  • Forma de pagamento/: incluir aqui uma simulação de financiamento;
  • Validade da proposta;
  • Tudo aquilo que for diferencial da empresa;
  • Disclaimer: com todas as premissas utilizadas, itens não inclusos, detalhes gerais.

Lembre-se de que tão importante quanto criar uma boa proposta é mantê-la viva. Aprender com o dia-a-dia e fazer os ajustes necessários farão da sua proposta uma ferramenta de venda e não apenas um calhamaço de formalidades.


Imagem de Elvis Almeida
Elvis Almeida
Engenheiro eletricista, fundador e sócio da MySol Energia Solar. Professor do módulo comercial no Canal Solar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal