EDP e McDonald’s firmam parceria para gerar energia solar no Brasil 

Investimentos de R$ 28,3 milhões atenderão a demanda de 28 restaurantes e sete quiosques da rede de fast-food
2 minuto(s) de leitura
EDP e McDonald's firmam parceria para gerar energia solar no Brasil 
Parceria da EDP com o Mc Donald’s evitará a emissão de 725 toneladas de CO2 por ano. Foto: Arcos Dorados/Divulgação

A EDP e a Arcos Dorados, franquia responsável pela operação do McDonald’s na América Latina e Caribe, firmaram uma parceria para geração de energia solar no Brasil, com a inauguração de três usinas fotovoltaicas: uma em Cotia (SP) e outras duas em Rio Paranaíba (MG).

As usinas contam com investimentos de R$ 28,3 milhões da EDP e atenderão exclusivamente a demanda de 28 restaurantes e sete quiosques da rede de fast-food por meio de um contrato com duração de 12 anos. 

Juntas, as plantas têm capacidade anual de 11.726 MWh por ano e ocupam uma área de 18,5 hectares. Os empreendimentos também evitarão a emissão de 725 toneladas de CO2 por ano, o equivalente ao plantio de quase 4,5 mil árvores.

De acordo com as empresas, foram instalados mais de 16 mil painéis solares com tracker, possibilitando que os módulos se movam para um maior aproveitamento da irradiação.

A expectativa é que os sistemas gerem uma economia de 30% na fatura de energia do McDonald ‘s. Ademais, será importante para ajudar a hamburgueria a contabilizar metas, como atingir 1 GW de energia solar no Brasil até 2025 e reduzir as suas emissões em 36% até 2030. 

Segundo a Arcos Dorados, no momento foram atingidos apenas 25% da meta e até o fim do ano a expectativa é que a companhia ultrapasse a marca dos 140 MWp de geração distribuída em energia solar. 

A empresa destaca explica que a energia gerada pelas três usinas receberá um certificado internacional comprovando que a energia dos novos restaurantes é proveniente de fontes renováveis.

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal