23 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,6GW

Em dez anos, metade da receita da Petrobras virá de fontes renováveis

Em entrevista à Bloomberg, presidente da estatal disse que a empresa já se prepara para fazer novas aquisições no setor

Autor: 28 de fevereiro de 2024Transição energética
2 minutos de leitura
Em dez anos, metade da receita da Petrobras virá de fontes renováveis

Petrobras quer investir em projetos solares e eólicos em terra firme. Foto: André Motta de Souza/Agência Petrobrás.

Em dez anos, metade da receita da Petrobras virá de fontes solares, eólicas e de combustíveis renováveis, com a empresa realizando aquisições com o objetivo de impulsionar a transição energética, disse Jean Paul Prates, presidente da estatal, em entrevista à Bloomberg

O executivo disse que a empresa não pretende fazer mudanças drásticas na estratégia da companhia, mas pontuou que a estatal precisa estar preparada para as oportunidades que o setor de energias renováveis pode proporcionar. 

Em um primeiro momento, a Petrobras pensa em investir em projetos solares e eólicos em terra firme antes de passar de também fazer aportes em usinas offshores, ou seja, em alto mar. 

Segundo Prates, a empresa brasileira também está disposta a ampliar o combustível à base vegetal para o setor de transportes, sobretudo o de aviação e o marítimo. 

Investimentos

Desde o final do ano passado, a Petrobras vem dando sinais que pretende alcançar marcas importantes no setor de energias renováveis. 

Há quinze dias, a companhia informou que investirá R$ 90 milhões para estudar a produção de hidrogênio verde, realizando a eletrólise a partir da usina fotovoltaica de Alto Rodrigues, localizada no estado do Rio Grande do Norte. 

No dia 31 de janeiro, em apresentação realizada para investidores, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, a empresa destacou que uma de suas metas para os próximos quatro anos é conquistar 10% do mercado de geração centralizada de energia solar e eólica no Brasil. 

Já em novembro do ano passado, a companhia divulgou o seu novo plano estratégico para o período de 2024 a 2028, com investimentos de mais de US$ 11,5 bilhões em fontes de energia limpa. 


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.