24 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.98GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Estádio Olímpico do Pará será abastecido por energia solar

Serão utilizados mais de 3 mil módulos fotovoltaicos no processo de modernização do Mangueirão

Autor: 28 de maio de 2021Brasil
Estádio Olímpico do Pará será abastecido por energia solar

O Estádio Olímpico do Pará – mais conhecido como Mangueirão – e que, inclusive, já recebeu quatro jogos da seleção brasileira de futebol, passará por uma modernização para lá de sustentável.

A arena, inaugurada em 1978, receberá a instalação de uma usina solar e irá contar ainda com sistemas de captação e reaproveitamento de água da chuva, bem como ampliará sua capacidade dos atuais 35 mil para mais de 53 mil pessoas.

Leia mais: Mirassol investe em energia solar para gerar energia para seu CT

A implantação da usina fotovoltaica contará com a participação da SDB Energia Solar e, ao total, serão utilizados 3.360 módulos fotovoltaicos capazes de produzir mais de 1,6 GWh por ano. 

Conectada à rede de distribuição local, a planta irá contribuir com a redução de mais de 5 mil toneladas de CO₂ na atmosfera ao longo de 25 anos, o equivalente ao plantio de mais de 20 mil árvores.

“Teremos o desafio de aproveitar a cobertura original do estádio para a produção de energia fotovoltaica, sem no entanto afetar sua arquitetura característica que é parte própria da identidade do Mangueirão”, disse Lucas Macedo, CEO da SDB Energia Solar.

Leia mais: Conheça o time de futebol mais sustentável do mundo

O projeto, realizado pela SEDOP (Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas) do Governo do Pará incluirá também um novo sistema de iluminação, drenagem e gramado nos padrões exigidos pela FIFA – contribuindo para a melhoria dos acessos e diversas intervenções para ampliação da segurança do público.

Com prazo de 18 meses, as obras já foram iniciadas pelo Consórcio Obras Mangueirão, formado pela MRM, OCC e a SDB. Com um investimento superior a R$ 146 milhões, a previsão de entrega é para o final de 2022. 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.