27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Estado de SP lidera mercado de veículos elétricos

Dados do Renavam apontam que o estado representa 34% do total de automóveis emplacados em 2020

Autor: 28 de setembro de 2021dezembro 28th, 2021Mobilidade urbana
Estado de SP lidera mercado de veículos elétricos

Detram paulista registrou 6.850 veículos em 2020

O último levantamento realizado pela ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico) aponta que o estado de São Paulo lidera o mercado brasileiro de VEs (veículos elétricos), com 34% do total de automóveis e comerciais leves emplacados em 2020.

A pesquisa, baseada nos dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), mostra que dos 19.745 eletrificados comercializados de janeiro a dezembro do ano passado no país, 6.850 foram registrados pelo Detran paulista.

Esse resultado é quatro vezes superior ao de Minas Gerais, que ocupa o segundo lugar no ranking por estados, com 1.616 unidades (8% do total).

O levantamento considerou automóveis e comerciais leves híbridos não plug-in (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e elétricos totalmente a bateria (BEV). Não foram considerados ônibus, caminhões e VEs levíssimos (como e-bikes, scooters, patinetes, motos, etc).

Leia mais: Eletropostos crescem 50% em quatro meses no Brasil

Estados

Dez dos 26 estados da federação (mais o Distrito Federal) concentraram, no ano passado, 81% das vendas de veículos leves eletrificados no Brasil em 2020 (16.071 sobre o total de 19.745).

Ao total, 6.850 veículos elétricos foram registrados no estado de São Paulo em 2020

 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.