27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,82GW

Fabricantes buscam padronização no tamanho de wafers e de painéis

A Trina Solar divulgou uma carta aberta promovendo a padronização em conjunto com outras empresas

Autor: 9 de dezembro de 2020dezembro 11th, 2020Mundo
Fabricantes buscam padronização no tamanho de wafers e de painéis

Seis meses após se unir a seis empresas da indústria fotovoltaica mundial para estabelecer o novo tamanho padrão da wafer de silício M10 para 182 mm, a fabricante Trina Solar divulgou uma carta aberta promovendo a padronização de wafers de silício de 210 mm e painéis fotovoltaicos.

O documento é resultado de uma ação conjunta entre a Trina, Risen Energy, Canadian Solar, Huansheng Photovoltaic, Tongwei, Jiangsu Runergy, Tianjin Zhonghuan e a Wuxi Shangji.

“Ao longo das últimas décadas, a indústria solar global tem constantemente aumentado o potencial valor das cadeias e sistemas da indústria fotovoltaica. Através da modernização dos wafers de silício, células, tecnologia e produção de painéis, o tamanho dos wafers de silício aumentou de 125 mm, 156,75 mm, 166 mm, 182 mm para o tamanho de hoje, 210 mm. Esta tendência é inevitável, junto com o aumento da potência dos painéis, levando à redução dos custos de produção e de geração de energia”, afirmam as empresas na carta.

Segundo as fabricantes, com a padronização dos wafers de silício para 210 mm e do tamanho dos painéis a indústria fotovoltaica terá melhor escala, capacitando todos os negócios, aprimorando a eficiência de fabricação de módulos, otimizando o fornecimento e impulsionando a inovação tecnológica.

Além disso, na carta aberta as empresas ainda ressaltam que a padronização deverá reduzir o investimento inicial necessário para a produção de sistemas fotovoltaicos, assim como diminuirá o custo da geração de energia solar, promovendo iniciativas verdes e de baixo carbono.

“A Trina definiu este tamanho de célula em seu portfolio de produto pois trazem benefícios na cadeia de suprimento de um painel fotovoltaico. Além disso, os módulos trazem baixa tensão e alta potência combinando um aumento de densidade energética em sistemas fotovoltaicos. É uma tendência”, comentou Guilherme Torrão Marques, gerente de produtos da Trina Solar para a América Latina.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.