28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,84GW

Governo do RN vai instalar usinas solares em escolas da rede estadual

Economia de energia permitirá ao Estado investir em equipamentos e obras para melhorar a infraestrutura dos colégios

Autor: 21 de dezembro de 2021Brasil
Governo do RN vai instalar usinas solares em escolas da rede estadual

Governo do RN anuncia parceria para viabilizar energia solar nas escolas. Foto: Pedro Lúcio Carvalho

O Governo do Rio Grande do Norte (RN) assinou, nesta segunda-feira (20), dois termos de cooperação com a Neoenergia-Cosern para viabilizar a instalação de placas solares em todas as 620 escolas que compõem a rede estadual de ensino.

O primeiro documento, com investimento de R$ 819 mil, prevê a instalação de sistemas fotovoltaicos e a substituição das lâmpadas convencionais por lâmpadas led no prédio sede da Secretaria de Estado da Educação e Cultura, no Centro Administrativo, em Natal (RN).

O segundo, por sua vez, concede um prazo de até 90 dias para que a Neoenergia realize estudos e verifique as condições de instalação dos sistemas em cada um dos colégios. A verba para a instalação da tecnologia é fruto de emendas do Senador Jean-Paul Prates (PT), que destinou cerca de R$ 1 milhão ao projeto.  

Ao Canal Solar, o Governo do RN informou que a previsão é que os sistemas solares comecem a operar nas escolas estaduais no primeiro trimestre de 2022 e que trabalha com a expectativa de garantir uma economia de até 75% no consumo de energia.  

O Estado também destacou que todo o valor economizado será reinvestido na compra de equipamentos e na realização de obras que garantam uma melhor infraestrutura aos colégios da rede estadual, que, juntos, atendem mais de 220 mil estudantes. 

Usinas solares

O Governo do RN também fechou, neste mês, outra parceria para incentivar a geração de energia solar no Estado. A iniciativa construirá oito usinas de geração de energia solar nos municípios de Assu, Acari, Caicó, Alto Rodrigues, Governador Dix-Sept Rosado, Baraúnas, Jucurutu e Apodi.  

O investimento de R$ 110 milhões é fruto de uma parceria com a empresa Atua Energia e deverá gerar 320 empregos diretos até o final de 2023. No momento, o Estado está agilizando os procedimentos de concessão de licenças ambientais e segurança jurídica. O projeto também vai atender a 500 clientes que possuem consumo de eletricidade mensal em torno de R$ 10 mil. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Atuou como repórter no jornal Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o setor de energia solar fotovoltaica, cobrindo as editorias de Mercado e Tendências; Negócios e Empresas; Cases e Bastidores da Política.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.