18 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,3W

Governo prorroga programas Luz para Todos e Mais Luz para a Amazônia

Programas que viabilizam serviços de energia elétrica para localidades remotas do país seriam encerrados no fim do ano

Autor: 30 de junho de 2022Setor Elétrico
Governo prorroga programas Luz para Todos e Mais Luz para a Amazônia

Programas levam energia elétrica para comunidades remotas do Brasil. Foto: Unicamp/Reprodução

O Governo Federal estendeu, nesta quinta-feira (30), o tempo de duração dos programas Luz para Todos e Mais Luz para a Amazônia para 2026 e 2030, respectivamente. Ambas as iniciativas seriam encerradas em 31 de dezembro deste ano. 

Os programas foram criados com o objetivo de levar energia elétrica para populações que vivem em comunidades remotas do país, por meio da utilização de sistemas de geração de energia limpa, sobretudo a fonte solar fotovoltaica. 

A ampliação da vigência, com isso, permitirá a utilização de recursos da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) para viabilizar a expansão dos serviços de energia elétrica para famílias de baixa renda ou beneficiárias de programas federais de desenvolvimento social.

Os programas também apoiam comunidades localizadas em reservas extrativistas ou impactadas diretamente por empreendimentos de geração, ou de transmissão de energia elétrica cuja responsabilidade não seja do próprio concessionário. 

Também são beneficiadas escolas, postos de saúde e poços de água comunitários, bem como famílias residentes em unidades de conservação, comunidades indígenas e territórios quilombolas.

No âmbito do Luz para Todos, o MME (Ministério de Minas e Energia) estima a aplicação de mais de R$ 2,6 bilhões em novos investimentos. Já para o Mais Luz para a Amazônia, serão aplicados R$ 11,3 bilhões em obras de distribuição de energia elétrica para regiões remotas da Amazônia Legal.

Atualmente, o Brasil conta com cerca de um milhão de pessoas sem nenhum acesso à energia elétrica, das quais 990 mil estão na Amazônia Legal, segundo estimativas do Iema (Instituto de Energia e Meio Ambiente).

Henrique Hein

Henrique Hein

Coordenador da Revista Canal Solar. Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.