2 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Grupo chinês investirá R$ 1,8 bi na construção de parque solar no Ceará

Empreendimento terá 343 MW de potência e deverá ser entregue em fevereiro de 2025 no interior do estado

Autor: 10 de maio de 2023Brasil
2 minutos de leitura
Grupo chinês investirá R$ 1,8 bi na construção de parque solar no Ceará

Governador Elmano de Freitas (ao centro) assinou memorando de entendimento com representantes da Power China. Foto: Divulgação

O grupo chinês Power China investirá R$ 1,8 bilhão na construção de um parque solar no município de Mauriti, no interior do Ceará. O empreendimento terá 343 MW de potência e deverá ser entregue em fevereiro de 2025. 

O memorando de entendimento para a construção do complexo foi assinado nesta terça-feira (9) em encontro do governador Elmano de Freitas (PT) com representantes da multinacional chinesa.

Durante a reunião, também foram discutidas outras possibilidades de investimentos no estado para o setor de energias renováveis. “A China é a principal parceira comercial do Brasil e queremos estreitar ainda mais as relações em setores como produção de energia limpa e infraestrutura para o Ceará”, disse o governador.

Presente no Brasil desde 2006, a Power China é uma grupo de construção integrado que fornece investimento e financiamento, projeto de planejamento, construção de engenharia, fabricação de equipamentos e gerenciamento de operações para usinas de energia limpa e de baixo carbono.

Saiba mais:

Atualmente, o Ceará é o quinto estado brasileiro com maior volume de potência solar operacional por meio de usinas de geração centralizada, com pouco mais de 708 MW instalados a partir de 31 usinas de grande porte. 

Atualmente, na modalidade, o estado se encontra atrás somente de Minhas Gerais, Piauí, Bahia e São Paulo, que possuem 2,85 GW; 1,46 GW; 1,35 GW e 891 MW, respectivamente. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.