16 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,2W

INEL cria secretaria para fomentar hidrogênio verde no Brasil

Novo departamento ficará sob o comando do advogado empresarial Luiz Piauhylino Filho

Autor: 1 de agosto de 2022agosto 5th, 2022Notícias
INEL cria secretaria para fomentar hidrogênio verde no Brasil

Nova secretaria do INEL busca acelerar o crescimento do hidrogênio verde no Brasil. Foto: Enel/Reprodução

O INEL (Instituto Nacional de Energia Limpa) informou que inaugurou uma secretaria exclusiva para fomentar e acelerar o crescimento do hidrogênio verde no Brasil. 

A SHV (Secretaria de Hidrogênio Verde) do INEL ficará sob o comando de Luiz Piauhylino Filho, que possui experiência em investimentos em projetos de hidrogênio verde em Portugal e no Brasil, e terá como meta: coordenar e discutir ações com autoridades nacionais e internacionais, associações e empresários.

Para auxiliá-lo, Frederico Freitas assumirá o posto de Secretário-Adjunto da SHV. “Vamos trabalhar em prol de uma economia de baixo carbono e desenvolver e fomentar a produção de hidrogênio verde no país”, afirmou Luiz Piauhylino Filho.

O hidrogênio verde, produzido a partir de eletricidade de matrizes limpas como hidrelétrica, eólica, solar ou provenientes de biomassa, biogás, é hoje uma grande aposta mundial para auxiliar no combate às mudanças climáticas e reduzir a emissão de carbono na atmosfera. Saiba mais abaixo: 

Henrique Hein

Henrique Hein

Coordenador da Revista Canal Solar. Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Um comentário

  • FRAGA ARAUJO disse:

    Muito oportuno o INEL discutir, fomentar o desenvolvimento de tecnologias e processos das fontes renováveis visando a transição energética para reduzir o GEE.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.