27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Jetion termina 2021 com mais de 2 GW em módulos vendidos

Em 2022, a fabricante deve focar mais em mercados estrangeiros, como o Brasil

Autor: 7 de janeiro de 2022Mundo
Jetion termina 2021 com mais de 2 GW em módulos vendidos

Fabricante em breve atualizará o certificado brasileiro do INMETRO para estender a faixa de potência dos seus módulos para 550 W. Foto: Jetion/Reprodução

A Jetion Solar, fabricante chinesa de módulos fotovoltaicos, finalizou 2021 superando a marca de 2 GW em módulos fotovoltaicos vendidos. Ao todo, a fabricante já soma mais de 10 GW em painéis solares espalhados em mais de 50 países e regiões.

Em 2021, devido ao impacto da pandemia, apenas 30% dos pedidos da Jetion foram enviados para fora da China. Mas para 2022, a fabricante deve se concentrar em mercados estrangeiros, especialmente Europa e América Latina.

Especificamente para o Brasil, a Jetion planeja expandir gradualmente a sua participação dentro do mercado brasileiro e espera atuar com mais dois ou três revendedores de módulos fotovoltaicos.

“O ano de 2021 terminou e passamos por muitas dificuldades, mas também ganhamos muito. Isso graças aos nossos parceiros e clientes, que confiam em nós e nos apoiam”, agradeceu Gordon Guo, vice-presidente de vendas globais da Jetion Solar.

“Ainda acreditamos que a restrição de ofertas em 2021 vai resultar em um grande salto para 2022. Este ano será enorme para a construção solar. Aproveitaremos a oportunidade para expandir ainda mais nosso negócio de energia, dando boas-vindas a mais pessoas que se juntem à revolução energética para fazer um futuro melhor”, completa Guo.

Principais marcos de 2021

Para alcançar os resultados, a Jetion acumulou algumas marcas significativas ao longo de 2021. Em março, a fabricante lançou a sua nova geração de produtos: os módulos monocristalinos Jeniüs Ⅲ da série 182, que possuem uma potência máxima de 550 W.

Já em junho, a fabricante anunciou um investimento de US$ 460 milhões, que será destinado para a construção de uma fábrica de células solares HJT na cidade de Jiangyin, na província de Jiangsu, na China.

Em agosto, o CNBM (Corporação Nacional de Materiais de Construção da China), grupo do qual a Jetion Solar faz parte, entrou para a lista Fortune Global 500, ocupando o 177º lugar. A empresa salta para a primeira posição na listagem que considera somente empresas globais de material de construção.

A Jetion também obteve o certificado BIS, é a Autoridade de Padronização e Certificação da Índia, para atuar no mercado indiano, e em breve atualizará o certificado brasileiro do INMETRO para estender a faixa de potência dos seus módulos para 550 W.

Outro reconhecimento da fabricante foi a classificação Tier 1, da BNEF (BloombergNEF), que a Jetion manteve durante sete trimestres consecutivos.

Aline Guevara

Aline Guevara

Atuou como repórter para a VEJA Campinas, a editora Top.co e a revista Viva Saúde. Possui experiência como apresentadora, produção de vídeo, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o mercado fotovoltaico desde 2021. Jornalista graduada pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.