27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Jinko fornecerá painéis a um dos maiores projetos bifaciais da Europa

A Jinko Solar assinou um acordo para fornecer módulos solares bifaciais para um dos maiores projetos fotovoltaicos bifaciais da Europa. Segundo a fabricante, serão fornecidos 204 MW de seus painéis bifaciais Swan, com backsheets…

Autor: 25 de outubro de 2020novembro 25th, 2020Mundo

A Jinko Solar assinou um acordo para fornecer módulos solares bifaciais para um dos maiores projetos fotovoltaicos bifaciais da Europa.

Segundo a fabricante, serão fornecidos 204 MW de seus painéis bifaciais Swan, com backsheets transparentes da DuPont, para o projeto Kozani, na Grécia. A previsão é que a usina comece a ser construída em novembro de 2021.

Para Frank Niendorf, gerente geral da Jinko, o acordo se tornará referência na Europa para energia renovável, em relação à solar sem subsídios a um preço competitivo.

“É também um dos maiores projetos em escala de serviço público já construído na Europa para usar módulos bifaciais. A Jinko Solar tem muito orgulho de fazer parte desse marco,” destacou Niendorf.

O projeto Kozani ganhou um contrato no leilão de energia renovável da Grécia em abril do ano passado, com a EPC juwi fechando um acordo para vender energia a um preço de € 0,0573 / kWh.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Um comentário

  • Boa tarde, gostaria de receber mais informações sobre a instalação de painéis bifaciais da Jinko, me encontro a disposição para ser um representante, sem mais um forte abraço a todos, ficando no aguardo de um breve retorno.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.