23 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,6GW

Luz Para Todos recebe R$ 2,7 bilhões em contratos

Governo espera atender 500 mil famílias até 2026, atingindo cerca de 70 mil residências

Autor: 29 de fevereiro de 2024Brasil
2 minutos de leitura
Luz Para Todos recebe R$ 2,7 bilhões em contratos

Pará terá cerca de 280 mil famílias atendidas em 58 municípios Ricardo Botelho/ MME/ Flickr/ Reprodução

O programa Luz Para Todos recebeu investimento de R$2,7 bilhões para atender cerca de 70 mil residências na área urbana e rural, incluindo regiões remotas. Os contratos foram assinados por Alexandre Silveira, ministro de Minas e Energia, hoje (29) pela manhã, em Breves, Arquipélago de Marajó. 

A expectativa do governo é oferecer energia elétrica para até 500 mil famílias até 2026, especialmente na região Norte e em áreas mais isoladas da Amazônia Legal.

O Pará terá cerca de 280 mil pessoas beneficiadas em 58 municípios. Em áreas remotas, 29.914 residências vão receber kits solares no valor de R$1,2 bilhão. Outras 39.644 residências receberão ligações por extensão de rede, o investimento será de R$1,5 bilhão, beneficiando cerca de 280 mil pessoas em 58 municípios do Pará.

“Assinamos hoje, R$2,7 bilhões em novos contratos. Até 2025, novas 70 mil famílias terão mais luz. Todas as famílias do Pará terão energia até 2026. É o maior programa de combate à pobreza energética do mundo, é dignidade para a nossa gente”, destacou o ministro.

O programa será subsidiado pela CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), que é um encargo criado em 2002 para promover o desenvolvimento no setor de energia nacional. 

O orçamento foi consolidado pela CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) e aprovado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). De acordo a Agência Gov, até o fim do ano, mais 22 novos contratos, em diferentes regiões do país, serão firmados.

 

Viviane Lucio

Viviane Lucio

Jornalista graduada pela UNIP (Universidade Paulista) e especialista em jornalismo científico pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Possui experiência em produção de notícias, reportagens, fotografia, assessoria de comunicação e de imprensa.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.