MME anuncia plano de investimento em transmissão para renováveis

Neste ano serão licitados R$ 36 bilhões em projetos de infraestrutura de rede, de um total de R$ 56 bi previstos até 2024
3 minuto(s) de leitura
Canal-Solar-Ministro-anuncia-plano-de-investimento-em-transmissao-para-escoar-renovaveis.jpg
Empreendimentos vão viabilizar o escoamento da energia da região Nordeste. Foto: Agência Brasil

O ministro de MME (Minas e Energia), Alexandre Silveira, apresentou na sexta-feira (05), em Fortaleza (CE), o Plano de Outorgas de Transmissão de Energia Elétrica, com investimentos previstos que somam R$ 56 bilhões em infraestrutura de rede para o escoamento da energia renovável da região Nordeste.

O anúncio foi feito durante encontro com os governadores do Consórcio Nordeste. Ao todo, serão três grandes leilões com 24 lotes que devem ser realizados até 2024

Segundo o ministro, em 30 de junho será realizado o primeiro leilão de transmissão, com estimativa de R$ 16 bilhões em investimentos, depois mais R$ 20 bilhões no segundo semestre do ano, e outros R$ 20 bilhões em 2024.

O plano de investimento vai viabilizar a instalação de 30 GW de potencial de geração renovável e destravar mais de R$ 120 bilhões em investimentos privados na área de geração de energia renovável.

“Estamos falando de um potencial de industrialização da região com energia limpa e barata, que possa também ser consumida aqui mesmo, na região Nordeste, trazendo industrialização, produzindo hidrogênio verde. Tudo isso, com foco no desenvolvimento social, econômico e ambiental, gerando mais emprego e renda para o povo nordestino”, ressaltou o ministro de Minas e Energia.

Durante o encontro, o secretário de Transição Energética e Planejamento do MME, Thiago Barral, disse que no segundo semestre vai contratar um mega projeto de transmissão que vai do Maranhão até Goiás.

“Vai ser a execução do primeiro bipolo em corrente contínua da região Nordeste, que ligará a Subestação de Graça Aranha, no Maranhão, a de Silvânia, em Goiás, escoando até 5 GW de energia por meio de uma linha de transmissão de 800 quilovolts. Uma grande capacidade de transportar energia, com uma tecnologia diferente, que vai conseguir dar vazão a esse grande volume de projetos de energia renovável que temos no País”, destacou Barral.

Além da região Nordeste, as obras indicadas neste plano de outorgas serão executadas no Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande Do Sul, São Paulo e Tocantins.

Participaram do evento os governadores do Maranhão, Carlos Brandão, do Piauí, Rafael Fonteles, as governadoras do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e de Pernambuco, Raquel Lyra, além do vice-governador da Bahia, Geraldo Junior. O Secretário-Executivo do MME, Efrain Cruz, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Sandoval Feitosa e o Gerente do Centro de Operação do Sistema Nordeste do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Flávio Guimarães Lins estavam presentes.

Imagem de Wagner Freire
Wagner Freire
Wagner Freire é jornalista graduado pela FMU. Atuou como repórter no Jornal da Energia, Canal Energia e Agência Estado. Cobre o setor elétrico desde 2011. Possui experiência na cobertura de eventos, como leilões de energia, convenções, palestras, feiras, congressos e seminários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal